RSS Facebook Twitter

por João Brandão no dia 18 de Dez de 2014 às 10:09 em Cidade

comentários

Você Repórter: carros estacionam em local irregular com anuência da Transalvador
Foto: Rigó Lopes / Leitor Metro1
"Chuva? Trabalhar pra quê?". Essa indignação é do leitor do Metro1 Rigó Lopes ao se deparar com mais uma imprudência de trânsito em Salvador nesta quinta-feira (18) com a anuência da Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador). O leitor flagrou carros estacionados embaixo da placa de proibido parar e estacionar numa via que liga o bairro do Horto Florestal à Avenida Dom João VI. "Um agente da Transalvador estava parado no sombreiro", criticou.

Se você também tem alguma denúncia, foto ou vídeo, colabore com a reportagem da Metrópole e envie seu material para o Você Repórter pelo e-mail vocereporter@radiometropole.com.br.

comentários

por Matheus Morais no dia 18 de Dez de 2014 às 09:51 em Cidade

comentários

Chuva alaga Rua Minas Gerais no bairro da Pituba nesta segunda-feira
Foto: Monalisa Leal / Metropress
A forte chuva que cai em Salvador desde a manhã desta quinta-feira (18) deixou a Rua Minas Gerais, no bairro da Pituba, totalmente alagada. A chuva também deixa o trânsito lento nas principais vias da cidade como: Avenida Luís Viana Filho, San Martin, ACM e Suburbana.

Se você também tem alguma informação, foto ou vídeo sobre a chuva, colabore com a reportagem da Metrópole e envie seu material para o Você Repórter pelo e-mail vocereporter@radiometropole.com.br

comentários

por Bárbara Silveira no dia 18 de Dez de 2014 às 09:41 em Cidade

comentários

Campus da Ufba fica sem água, energia e tem risco de deslizamento de encosta
Foto: Divulgação
 As fortes chuvas que atingem Salvador desde a última terça-feira (16) deixaram o campus da Ufba de São Lázaro e Ondina com diversos prejuízos. Em São Lázaro, alunos e professores estão sem água e sem energia elétrica há três dias. O problema teve início após a água causar infiltrações na subestação da Coelba, deixando o espaço sem luz e também afetando o bombeamento de água. Segundo a assessoria da Coelba, a energia deve ser reestabelecida ainda nesta quinta-feira (18). De acordo com informações do Correio, o campus de Ondina também foi prejudicado pelo volume de chuva, tendo alguns gabinetes interditados por perigo de deslizamento em uma encosta nos fundos da faculdade. 

comentários

por João Brandão no dia 18 de Dez de 2014 às 09:28 em Política

comentários

Professor Jorge Portugal será secretário de Cultura do Estado, diz colunista
Foto: Manuela Cavadas / Metropress (Arquivo)
O professor Jorge Portugal deverá ser o novo secretário de Cultura do Estado. Quem garante é a coluna Tempo Presente, de Levi Vasconcelos, do jornal A Tarde, divulgada nesta quinta-feira (18). O governador eleito da Bahia, Rui Costa, divulgou na última terça-feira (16) 14 nomes do novo secretariado. Nesta quinta havia a expectativa de divulgar os outros nomes, mas a coletiva foi adiada.

comentários

por Bárbara Silveira no dia 18 de Dez de 2014 às 09:24 em Política

comentários

Rui Costa adia anúncio de secretários para a próxima sexta-feira
Foto: Divulgação/Secom
O governador Rui Costa (PT) adiou mais uma vez o anúncio dos últimos dez secretários que vão fazer parte do seu governo. Na última terça-feira (16), foram anunciados 14 nomes como João Leão, André Curvello, Manoel Vitório, Maurício Telles Barbosa. 

O secretário de Comunicação nomeado, André Curvello, afirmou na manhã desta quinta (18) que o anúncio será feito na próxima sexta-feira (19), às 10h30, na Governadoria.

comentários

por Milene Rios no dia 18 de Dez de 2014 às 09:00 em Cidade

comentários

Forte chuva rompe parte de pista em Águas Claras
Foto: Cleidison Bonfim / Moto Repórter
De acordo com a Defesa Civil, até às 08h40 da manhã desta quinta-feira (18) já foram registradas oito solicitações de emergências na cidade, por conta das fortes chuvas que caem na capital. Entre as situações, parte de uma pista foi rompida em Águas Claras, na Rua Malvino Vás, em frente ao depósito da Nacional Gás. Ninguém ficou ferido. Técnicos da Defesa Civil estão na via e a Transalvador também tomou conhecimento da situação e já está no local. O telefone para contato com a Codesal é 199.

Se você também tem alguma informação, foto ou vídeo sobre a chuva, colabore com a reportagem da Metrópole e envie seu material para o Você Repórter pelo e-mail vocereporter@radiometropole.com.br

comentários

por João Brandão no dia 18 de Dez de 2014 às 08:48 em Bahia

comentários

Chuva deixa ruas em Jequié alagadas nesta quinta; veja vídeo
Foto: Leitor Metro1
Além de afetar a capital Salvador, a chuva também chegou forte no sul baiano. Em Jequié, a 365 km da capital soteropolitana, a chuva deixou várias ruas alagadas nesta quinta-feira (18). Um leitor do Metro1 registrou a situação em vídeo no bairro de Jequiezinho. Veja abaixo:


 

Vídeo



comentários

por Matheus Morais no dia 18 de Dez de 2014 às 08:44 em Cidade

comentários

Acidente com ambulância complica trânsito na Av. Luis Viana Filho
Foto: Cleidison Bonfim / Moto Repórter
Uma ambulância bateu num poste nesta quinta-feira (18) no Centro Administrativo da Bahia (CAB) e deixou o trânsito totalmente travado na Avenida Luis Viana Filho/ Paralela. Além do acidente, a forte chuva que cai desde cedo em Salvador também complica o tráfego no local. 

comentários

por João Brandão no dia 18 de Dez de 2014 às 08:29 em Cidade

comentários

Três acidentes travam o trânsito na Av. Luis Viana Filho
Foto: Humberto Buteco / Leitor Metro1
Três acidentes travam o trânsito na Avenida Luis Viana Filho - Paralela, na manhã desta quinta-feira (18). Um na altura do CAB, sentido centro; outro na entrada de Narandiba, sentido aeroporto e no final da Paralela, próximo a São Cristóvão.

Se você também tem alguma informação, foto ou vídeo sobre a chuva, colabore com a reportagem da Metrópole e envie seu material para o Você Repórter pelo e-mail vocereporter@radiometropole.com.br 

comentários

por Matheus Morais no dia 18 de Dez de 2014 às 08:29 em Política

comentários

Assembleia Legislativa aprova aumento do ICMS da gasolina
Foto: Dario Guimarães/Metropress (arquivo)
A Assembleia Legislativa da Bahia aprovou nesta quarta-feira (17) o projeto do Executivo que aumenta a alíquota do Imposto de Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) de 27% para 30% no estado. A medida busca incrementar a arrecadação do governo para o governo de Rui Costa (PT).

A legislação deve entrar em vigor 90 dias após a sanção do governador Jaques Wagner. Os consumidores devem sentir um impacto próximo a R$ 0,10 no valor cobrado pelo litro da gasolina. Os parlamentares de oposição votaram contra a proposta, com a justificativa do efeito negativo no bolso da população.

comentários

por Milene Rios no dia 18 de Dez de 2014 às 08:15 em Cidade

comentários

Defesa Civil registra mais de 30 solicitações em menos de 24 horas
Foto: Leitor Metro1
Há três dias seguidos chove com intensidade em Salvador provocando pontos de alagamentos. De acordo com a Codesal (Comissão de Defesa Civil do Salvador), nas ultimas 24 horas foram registradas 33 solicitações de emergências. Entre elas desabamento de muros, deslizamentos de terras e imóveis alagados. Nesta manhã, uma encosta cedeu em Cajazeiras V, na Estrada do Coqueiro Grande e a situação é bem complicada. Ninguém ficou ferido em nenhuma das situações e o órgão informou que tem auxiliado a população nas situações de risco. 

Para solicitar os serviços da Codesal em situações de emergências, as ligações devem ser feitas através do telefone 199. 

Se você também tem alguma informação, foto ou vídeo sobre a chuva, colabore com a reportagem da Metrópole e envie seu material para o Você Repórter pelo e-mail vocereporter@radiometropole.com.br

comentários

por Bárbara Silveira no dia 18 de Dez de 2014 às 08:01 em Jornal da Metrópole

comentários

 Lojistas protestam e pretendem barrar estacionamento pago em shoppings de Salvador
Foto: Reprodução/Jornal da Metrópole
A novela da cobrança dos estacionamentos nos shoppings da capital ganhou mais um episódio nesta semana e o que parecia ser unanimidade entre os lojistas se tornou motivo de desavença. O impasse começou após o presidente da Associação dos Lojistas do Shopping Paralela, Geraldo Caymmi, afirmar que seus representados são contrários à cobrança e, caso a taxação seja mesmo implantada, a associação vai acionar o shopping. 

"Somos contrários por várias razões: a primeira delas é porque, quando adquirimos os lojas, que na realidade é um direito de luva, estava previsto que o shopping teria estacionamento para os clientes. Se eu te mostrar o folder de quando eu comprei, dizia '4.200 vagas de estacionamento para clientes'. Então eu paguei um preço de luva caro e pago um aluguel caro na certeza que eu teria estacionamento para clientes", afirma.  

E os lojistas do shopping Paralela não estão sozinhos na tentativa de barrar a cobrança. Segundo a presidente da associação do Salvador Norte Shopping, Flávia Borges, a ideia também é proibir a cobrança no estabelecimento. Apesar de criticados pela população e por parte dos lojistas,  os estabelecimentos comerciais têm o aval da Justiça para realizarem a tão polêmica cobrança. De acordo com ação julgada no Supremo Tribunal Federal, os shoppings de Salvador possuem autorização para cobrar pelo uso dos espaços disponibilizados no local. A confirmação da legalidade foi decretada após intensa disputa na Justiça envolvendo os shoppings, a Superintendência de Ordenamento e Uso do Solo (Sucom), Ministério Público e a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). 

"Se não tem vaga gratuita, não tem cliente" 
De acordo com a associação dos lojistas do Shopping Paralela, a maior preocupação é a queda nas vendas - fato que, segundo eles, é certo de acontecer caso a cobrança seja efetivada.  "Se não tem vaga, não tem cliente. Essa é a primeira razão. Mas é claro que vai impactar na procura do consumidor. O exemplo mais recente disso é Sergipe. Em Aracaju, durante quatro a seis meses depois  da cobrança do estacionamento, as vendas caíram em torno de 40% a 50% dependendo do segmento de mercado. Continuar com os mesmos custos de aluguel e condomínio, suas despesas fixas serão as mesmas, e você vai ter a venda reduzida em 50%. Muitos lojistas não conseguiram sobreviver a isso", argumenta Caymmi, que, além de presidente da associação, é  dono de mais de 10 lojas distribuídas em cinco shoppings de Salvador.  

Apesar do impasse, segundo a associação, o problema pode ser resolvido com uma medida simples que beneficiaria lojistas e consumidores. "Eu acho que existem outras maneiras. Em Aracaju, por exemplo, uma forma inteligente que o shopping encontrou: o cliente que apresentar um ticket de que ele consumiu no shopping em torno de R$ 20 ou um determinado valor de consumo fica liberado da taxa de pagamento", sugere. 

"Velocímetro tá girando contra o cliente" 
Ameaçando entrar com uma ação judicial caso a cobrança seja feita, a associação dos lojistas do Salvador Norte Shopping também já se posicionou contrariamente à tarifa. "Compramos um shopping com vagas de estacionamento livres para os clientes e vamos passar a cobrar uma coisa que eles não estavam acostumados a pagar. Ou seja, não é só pelos clientes, é pelos lojistas que empreenderam. [Os espaços] Foram vendidos de uma forma, e agora está sendo mudado", afirma a presidente Flávia Borges. 

A representante dos lojistas do Salvador Norte também ressalta o prejuízo que os empresários terão de assumir. "É certeza que vai acontecer, porque as pessoas acabam comprando pela impulsividade de passear no shopping, e os empreendedores [donos de shoppings] estão visando exclusivamente o lucro deles. O que a gente puder tentar impedir ou entrar com ação judicial, vamos fazer", adianta. 

Para o presidente da associação do shopping Paralela, a cobrança vai estimular o consumidor a passar cada vez menos tempo dentro do shopping. "A venda é emocional: você passa em frente a uma vitrine, vê o produto e compra. O cliente não vai querer mais perder tempo em shopping. O velocímetro tá girando contra ele, então ele vai com um objetivo certo e definido", analisa. 

Uso das vagas por não clientes atrapalha 
Porém, enquanto alguns lojistas já se preocupam com um futuro prejuízo, outros apoiam a cobrança de estacionamento como forma de garantir a continuidade de seus negócios. De acordo com a Associação dos lojistas do Salvador Shopping, a tarifação é necessária. "A associação é favorável à cobrança de estacionamento, porque hoje o centro comercial, os grandes escritórios, estão todos na Av. ACM e na Av. Tancredo Neves, e todo mundo quer parar o carro dentro do Shopping Salvador. Se você chegar lá às 9h, o estacionamento está cheio e os corredores, vazios", alega o presidente da associação dos lojistas do shopping, Humberto Paiva.  

A opinião é a mesma dos donos de lojas no Shopping Itaigara, que alegam passar pelos mesmos problemas e, por conta disso, apóiam a taxação dos estacionamentos. Segundo a presidente da associação dos lojistas do empreendimento, Selma Chaves, parte da culpa pelo início da cobrança é dos não clientes, que usam as vagas do shopping para interesses próprios. "A falta de consciência cidadã exige que realmente seja disciplinado o uso, porque está muito abusivo. Por exemplo, existem locadoras de carros situadas em nosso entorno que usam o nosso estacionamento como suas garagens", critica. 

"Não tem cabimento nenhuma ação" 
A Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) defende a cobrança. "Tivemos em todas as instâncias sentença favorável. Cada shopping deve tomar suas decisões e conversar com seus lojistas", afirmou o coordenador estadual da Abrasce, Edson Piaggio. Segundo ele, não há mais  como tentar barrar a cobrança, que depende agora unicamente da Prefeitura. "Não tem mais cabimento nenhuma ação, porque se trata de um assunto julgado pela mais alta Corte da Justiça", diz Piaggio.  

Prefeitura diz não saber quando cobrança começa 
Com a garantia judicial, agora os shoppings dependem apenas da Prefeitura para iniciarem a cobrança. Mas, segundo o superintendente de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município, Silvio Pinheiro, a mudança ainda não tem data para acontecer, já que o VLT, alvará que libera a cobrança, ainda não foi concedido. 

"Nesse momento, a Prefeitura ainda não autorizou a cobrança. Estamos ainda analisando quais são as consequências da decisão, se existe ainda alguma medida administrativa a ser tomada, já que judicialmente todo o processo já foi julgado", afirmou.  Ainda segundo Pinheiro, ainda não é possível definir quando a cobrança começará a valer. "A Prefeitura não trabalha com prazos sobre esse assunto e nem tem ainda uma definição", completou. 

Valores devem estar alinhados com preços praticados por shoppings no nordeste 
Sem adiantar o valor exato que será cobrado ou quando a tarifação entrará em vigor, o coordenador estadual da Abrasce na Bahia explicou quais serão os parâmetros para a definição do preço.  "Os shoppings são concorrentes entre si, então cada um tem sua estratégia. Eu acredito que eles deverão cobrar a partir de 2015, mas a data exata eu não sei, até porque eles não precisam comunicar a Abrasce. Os valores têm de ter o Nordeste como parâmetro. Salvador deve estar inserido no mesmo valor pago em outros shoppings no Nordeste", explica Edson Piaggio.  

Apesar de agora não querer estipular o valor que deve ser cobrado pelas vagas, Piaggio adiantou no final de setembro, em entrevista ao Jornal da Metrópole, que o valor ficaria em torno de R$ 5 ou R$ 7. "Cada shopping vai decidir quanto quer cobrar", disse. 

Já há quem tome os primeiros sustos 
Enquanto os trâmites burocráticos não se desatam, os shoppings já se adequam para a futura cobrança. Em novembro, o leitor da Metrópole Almir Júnior foi surpreendido com o bloqueio de sua saída ao tentar ir embora do Salvador Shopping. Ao inserir o cartão, a seguinte mensagem apareceu: "Cartão não pago. Favor ir ao caixa". Surpreso, Almir chamou um segurança e ele o liberou, claro, sem cobrança de nenhuma taxa. 

Procurados pelo Jornal da Metrópole, os shoppings da capital afirmaram que a cobrança será feita, mas ainda não tem data para ser iniciada. A equipe de reportagem entrou em contato com lojistas dos shoppings Barra, Iguatemi e Piedade, mas, até o fechamento dessa matéria, estes não haviam se posicionado.

comentários

por Milene Rios no dia 18 de Dez de 2014 às 07:55 em Cidade

comentários

Defesa Civil registra mais de 30 solicitações em menos de 24 horas
Foto: Leitor Metro1
Há três dias seguidos chove com intensidade em Salvador provocando pontos de alagamentos. De acordo com a Codesal (Comissão de Defesa Civil do Salvador), nas ultimas 24 horas foram registradas 31 solicitações de emergências. Entre elas desabamento de muros, deslizamentos de terras e imóveis alagados. Ninguém ficou ferido e o órgão informou que tem auxiliado a população nas situações de risco. Para solicitar os serviços da Codesal em situações de emergências, as ligações devem ser feitas através do telefone 199.

Se você também tem alguma informação, foto ou vídeo sobre a chuva, colabore com a reportagem da Metrópole e envie seu material para o Você Repórter pelo e-mail vocereporter@radiometropole.com.br

comentários

por João Brandão no dia 18 de Dez de 2014 às 07:21 em Cidade

comentários

Desvio será construído ao lado de ponte que desabou na BA-001
Foto: Divulgação/LK Comunicação
Devido a chuva que cai com intensidade na região do sul da Bahia, a ponte que liga Ituberá e Nilo Peçanha, na BA-001, desabou. O incidente interditou a rodovia que liga o sul e o baixo-sul do estado, além de ser acesso a Itacaré e Ilhéus. Com isso, o Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba) informou que já está providenciando a regularização do trecho através da construção, ao lado da ponte, de um desvio no prazo de 15 dias e uma nova ponte no primeiro semestre de 2015.

Os condutores que estiverem do lado de Ituberá deverão usar a via Camamu/Travessão/BR-101 e quem estiver do lado de Nilo Peçanha deve usar a ligação Valença/BR-101.

comentários

por Milene Rios no dia 18 de Dez de 2014 às 07:09 em Cidade

comentários

Há três dias chove em Salvador e deixa o trânsito complicado
Foto: Vitor Santos / Leitor Metro1
Chove muito em Salvador nesta quinta-feira (18) e já são registrados alguns pontos de alagamentos. Como de praxe em dias de chuva o trânsito fica complicado e no início da manhã os motoristas enfrentam retenções em toda a região da Cidade Baixa; na Luiz Viana Filho, a paralela; na Av. San Martin; Na Av. ACM e na saída para a BR 324. Por volta das 06h30, um acidente deixou três pessoas feridas na altura da casa de eventos Bahia Café Hall, na Luiz Viana Filho, mas a situação já foi solucionada, as vítimas foram atendidas no local e o trânsito flui, apesar da lentidão por causa da chuva. 

Algumas sinaleiras também estão sem funcionar nesta manhã, por conta da chuva. Algumas delas são: no Campo Grande, em frenet ao Teatro Castro Alves; no Cabula na entrada para o Hospital Roberto Santos; na Rua João Gomes no Rio Vermelho; na Av. Cardeal da Silva, e em Piatão, em frente ao Atacarejo. 

Se você também tem alguma informação, foto ou vídeo sobre a chuva, colabore com a reportagem da Metrópole e envie seu material para o Você Repórter pelo e-mail vocereporter@radiometropole.com.br

comentários

Página 1 de 3692
BUSCA
Rádio Metrópole
escute ao vivo Escute pelo Media Player Escute pelo Itunes
Seta Metrópole Gourmet 10h00 às 11h00
Baixe os aplicativos da Rádio Metrópole
MK ENTREVISTA
17/12/2014
Antônio Ricardo Alvarez Alban
Presidente da Federação das Indústrias da Bahia
17/12/2014
Rosa Garcia
Médica Psiquiatra
16/12/2014
Rui Costa
Governador eleito da Bahia
NEWSLETTER
Grupo Metrópole
© Copyright 2013 Rádio Metrópole - Em Salvador, ouça a Rádio Metrópole 101.3 FM e 1290 AM Telefone: 71 3505 5000 | Fax: 71 3505 5040