Política por Laura Lorenzo e Matheus Morais no dia 12 de Set de 2017 • 17:39

Rui culpa gestão do DEM por atraso e falta de fé na Bahia: "Mentalidade pessimista e retrógrada"

Rui culpa gestão do DEM por atraso e falta de fé na Bahia:

Foto: Tácio Moreira / Metropress

O governador Rui Costa se reuniu na tarde desta terça-feira (12) com jornalista dos principais veículos do estado, na Governadoria, e aproveitou a ocasião para criticar o DEM, partido do seu rival e prefeito de Salvador, ACM Neto. Questionado sobre as críticas da oposição ao projeto da ponte que ligaria Salvador e a Ilha de Itaparica, Rui disse que a falta de fé nos projetos baianos é uma herança das gestões lideradas por democratas, do antigo PFL

"É pelo DEM ter essa concepção que a Bahia ficou sem hospital, sem metrô, sem porto. O Ceará hoje tem porto, o Maranhão tem porto. O Ceará hoje tem uma função competitiva muito maior do que a Bahia, e eu debito isso à mentalidade pessimista, retrograda e atrasada dos nossos governantes do passado. Quem quer pensar em ser grande, em construir uma nação em uma localidade forte economicamente, pensa em projetos estruturantes. Tem que pensar e planejar com os pés no chão, que é o que a gente está fazendo", disse Rui.

O governador concluiu a crítica lembrando do projeto do metrô, que demorou anos para sair do papel. "Eles são tão bons em planejar que o metrô ficou na mão deles por 14 anos e foi essa vergonha nacional. Está aí o metrô, para quem não acreditava no projeto. Eles não acreditam na economia da Bahia, no futuro do nosso estado. Eu acredito e nós estamos materializando projetos estruturantes", afirmou.



publicidade:


Notícias : Política