Bahia por Matheus Simoni no dia 06 de Out de 2017 • 18:28

Funcionários dos Correios aceitam proposta e encerram greve na Bahia

Funcionários dos Correios aceitam proposta e encerram greve na Bahia

Foto: Agência Brasil/José Cruz

Após 17 dias de greve na Bahia, os trabalhadores em Correios do estado decidiram nesta sexta-feira (6), após assembleia, aprovar a proposta do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e optaram por encerrar a paralisação. Os funcionários aceitaram, entre outros benefícios, o reajuste de 2,07% (INPC) nos salários e benefícios, retroativo ao mês de agosto deste ano.

O ministro do TST, Emanuel Pereira, fez uma proposta na última quarta-feira (4) que foi aprovada pelos representantes da categoria. A categoria conseguiu fazer a empresa recuar e manter o Acordo Coletivo do Trabalho (ACT) 2016/2017 com todas as suas cláusulas. Em comunicado, os representantes dos Correios destacaram que, se a empresa insistir na cobrança da mensalidade do plano de saúde, uma nova greve pode ser decretada a qualquer momento. Os funcionários mantém o estado de greve e voltam às atividades normais a partir da 00h de segunda-feira (9).

Confira a proposta apresentada na audiência de conciliação no TST:

CLÁUSULAS SOCIAIS: reedição de todas as cláusulas sociais;

•CLÁUSULAS ECONÔMICAS: reajuste de 2,07% (INPC) nos salários e benefícios, retroativo ao mês de agosto deste ano;

PLANO DE SAÚDE: reedição da cláusula, que continuaria sob a mediação do TST;

DIAS EFETIVAMENTE NÃO TRABALHADOS: compensação de 64 horas equivalente a 8 dias, sendo 6 horas de compensação aos sábados, para quem trabalha de segunda-feira à sexta-feira. Para os empregados que trabalham aos sábados, 4 horas de compensação de segunda-feira à sexta-feira e 2 horas aos sábados.



publicidade:


Notícias : Política