Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro

Em conversa com apoiadores, presidente ainda responsabilizou governo do Amazonas e prefeitura de Manaus pelo caos na saúde da capital: "Todo mundo me culpa. Tudo sou eu"

[Se Deus quiser vou continuar meu mandato, diz Bolsonaro]
Foto : Isac Nóbrega/PR

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Janeiro de 2021 ⋅ 10:05

O presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem (20) que "se Deus quiser" vai continuar seu mandato até 2022. A declaração foi dada em conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, transmitida por um site bolsonarista, com cortes.

"Lamento... se Deus quiser vou continuar meu mandato e em 22 o pessoal escolha. Tem muita gente boa para escolher. Eu espero que os bons se candidatem, não deixar os mesmos vir candidato [sic]", declarou Bolsonaro.
A fala do presidente ocorre também em meio a uma ofensiva de campanhas de opositores a favor do impeachment de Bolsonaro, impulsionadas pelo colapso da saúde em Manaus e pela reação negativa em relação ao início da vacinação no país.

O presidente ainda responsabilizou o governo estadual e a Prefeitura de Manaus, liderados por Wilson Lima (PSC) e David Almeida (Avante), respectivamente, pela crise na saúde da capital amazonense. "Agora quem... o primeiro a tomar providências em problemas lá é o governador e o prefeito", disse. "É que é fato: todo mundo me culpa. Tudo sou eu", completou.

Notícias relacionadas