Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Rui ironiza Nilo e diz que população cansou de 'acirramento político'

'O que passa na cabeça das pessoas é que o familiar está internado, sofrendo, e o cabra está preocupado com partido, com política e cargo?', questiona o governador

[Rui ironiza Nilo e diz que população cansou de 'acirramento político']
Foto : Metropress

Por Matheus Simoni no dia 21 de Janeiro de 2021 ⋅ 10:18

O governador Rui Costa (PT) disse lamentar os posicionamentos de Marcelo Nilo, deputado federal pelo PSB-BA), que cobrou uma maior participação no governo baiano. Em entrevistas recentes, o parlamentar demonstrou insatisfação com a gestão estadual e cogitou ir para a oposição por não ter seus pedidos atendidos. "Se isso fosse verdade, talvez fosse o deputado mais bem atendido do governo. Ele sempre falou muito do meu governo na imprensa. Supostamente fazendo uma crítica que eu não sabia fazer política e só sabia cuidar da gestão. Para mim, isso sempre foi um elogio e o povo também encarou como elogio, embora ele fizesse em tom de crítica. Infelizmente, por esse cenário de acirramento político, as pessoas se afastaram e passaram a negar o ambiente da política", disse o governador, em entrevista a Mário Kertész na Rádio Metrópole hoje (21).

Ainda segundo Rui, a população baiana passou a dar mais atenção a quem se preocupa em gerir o governo. "Passaram a desejar mais quem cuida das pessoas, quem cuida do estado e das cidades sem dar preferência tanto a questões político-partidárias. Sempre tive como um elogio. Mas faz parte, eu só sinto. Se você for olhar o leque de problemas que estamos tendo, é pandemia e desemprego. O Brasil tem o maior número de desemprego de sua história recente, mais de 14 milhões. A Bahia infelizmente tem muitos desempregados. A extrema pobreza e a pobreza aumentou no Brasil e na Bahia", afirmou. 

Sem citar Nilo, o governador o alfinetou. "Fico imaginando o que essas pessoas, quando ligam o rádio e a tv, veem um deputado falando de política e ocupação de cargo ou espaço. O que passa na cabeça das pessoas é que o familiar está internado, sofrendo, e o cabra está preocupado com partido, com política e cargo. Só posso lamentar, não gosto desses embates políticos. Não é meu perfil", declarou Rui.

Notícias relacionadas