Política

Governo volta atrás e veta fuzis para cidadãos comuns em novo decreto

Nova regra vai alterar alguns pontos que foram questionados "pela sociedade em geral" e pelo Congresso

[Governo volta atrás e veta fuzis para cidadãos comuns em novo decreto]
Foto : Reprodução

Por Juliana Almirante no dia 22 de Maio de 2019 ⋅ 08:40

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) publicou hoje (22) um novo decreto sobre as normas para posse e porte de arma de fogo no Brasil. 

O Palácio do Planalto informou, em nota, que a nova regra vai alterar alguns pontos que foram questionados "pela sociedade em geral" e pelo Congresso.

Uma das alterações anunciadas é o veto ao porte de armas de fuzis, carabinas ou espingardas para cidadãos comuns.

O último texto editado pelo mandatário facilitava o porte de arma para um conjunto de profissões, como advogados, caminhoneiros e políticos eleitos. 

Ontem (21) governadores de 13 estados e do Distrito Federal divulgaram uma carta aberta contra o decreto. Equpes técnicas da Câmara e Senado ainda apontaram "irregularidades" e indicavam que a medida "extrapolou o poder regulamentar".

Notícias relacionadas