Política

Vereadores divergem sobre greve contra reforma da Previdência

Nesta sexta, grupos realizaram protestos e fecharam vias de Salvador e de cidades do interior

[Vereadores divergem sobre greve contra reforma da Previdência]
Foto : Reprodução

Por Metro1 no dia 14 de Junho de 2019 ⋅ 18:20

Vereadores de Salvador divergiram, durante entrevista no Jornal da Cidade, na Rádio Metrópole, sobre a greve nacional ocorrida em diversas partes do país, nesta sexta-feira (14), contra a reforma da Previdência. Na Bahia, grupos realizaram protestos e fecharam vias de Salvador e de cidades do interior do estado, como Feira de Santana, a 100 km da capital, Vitória da Conquista, na região sudoeste, Itabuna, no sul, Barreiras, na região oeste, e Juazeiro, no norte.

Segundo Alexandre Aleluia (DEM), a esquerda não tem mais nenhum apelo popular em suas pautas. “Quer apenas causar caos para dizer que ainda tem representativa do povo brasileiro. O foco central é causar caos e confusão para dizer que controla a massa. A gente viu o povo de Salvador refém de um grupinho sindical que apenas causou confusão. Isso é apenas baderna e confusão”, resumiu.

Já a vereadora Aladilce Souza (PCdoB), avaliou que as manifestações foram bem-sucedidas. “Foi muito positivo toda a manifestação que a gente teve hoje. Mais de 50 mil trabalhadores parados. Manifestações em várias cidades. Nacionalmente, também é vitoriosa. 45 milhões de brasileiros e brasileiras que paralisaram hoje. Estamos defendo um patrimônio do trabelhador. A previdência não pode ser destruída como o governo está querendo”, disse.

Notícias relacionadas

[Bolsonaro estuda acabar com Ancine, diz coluna]
Política

Bolsonaro estuda acabar com Ancine, diz coluna

Por Juliana Rodrigues no dia 18 de Julho de 2019 ⋅ 07:20 em Política

Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha, o presidente não teria gostado de saber de projetos aprovados pela agência, como um reality para revelação de modelos trans