Bahia

Após fortes chuvas, prefeitura de Cipó decreta estado de calamidade pública

O município de Cipó, localizado a 230 quilômetros da capital baiana, também foi prejudicado pelas chuvas fortes que atingem algumas cidades da Bahia desde a última segunda-feira (4). [Leia mais...]

[Após fortes chuvas, prefeitura de Cipó decreta estado de calamidade pública]
Foto : Reprodução / Arildo Leone de Sousa

Por Paloma Andrade no dia 06 de Janeiro de 2016 ⋅ 10:33

O município de Cipó, localizado a 230 quilômetros da capital baiana, também foi prejudicado pelas chuvas fortes que atingem algumas cidades da Bahia desde a última segunda-feira (4). Com isso, a prefeitura suspendeu, por tempo indeterminado, os festejos de Santos Reis, que seria celebrado nesta quarta-feira (6). Entre os danos causados à cidade estão alagamentos e interrupção no fornecimento de energia elétrica de parte do município.   

Na última terça-feira (5), o prefeito de Cipó, Romildo Ferreira Santos decretou estado de calamidade pública na localidade urbana da cidade. Segundo moradores, esta quarta amanheceu sem chuvas, mas com ruas alagadas.

Em publicação realizada no Facebook da prefeitura nesta manhã, o prefeito pediu que as solicitações de emergência sejam realizadas para que as pessoas mais prejudicadas com a “tragédia” possam ser ajudadas. “Vamos nos unir para ajudar a quem mais necessita nesse difícil momento”, dizia o texto. 

Confira a publicação na íntegra: 

 

Mensagem do Prefeito Romildo:Bom dia, amigos!Nesse momento difícil e de mobilização, vamos disponibilizar assistentes...

Publicado por Prefeitura Municipal de Cipó em Terça, 5 de janeiro de 2016

Comentarios

Notícias relacionadas

[Sobe número de mortes por H1N1 na Bahia]
Bahia

Sobe número de mortes por H1N1 na Bahia

Por Metro1 no dia 19 de Junho de 2018 ⋅ 17:01 em Bahia

As faixas etárias mais atingidas pela doença são os menores de 5 anos ou maiores de 60, que também respondem por 60% dos óbitos pelo vírus