Bahia

Após operação, duas pessoas são presas por extração ilegal de areia na Bahia

Uma operação denominada Ampulheta foi realizada no último mês, pela Polícia Federal (PF) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) com o objetivo de coibir a exploração ilegal de areia, em Vitória da Conquista e região, no Centro-Sul da Bahia. [Leia mais...]

[Após operação, duas pessoas são presas por extração ilegal de areia na Bahia]
Foto : Marcelo Camargo / Agência Brasil

Por Camila Tíssia no dia 12 de Janeiro de 2016 ⋅ 11:58

Uma operação denominada Ampulheta foi realizada no último mês, pela Polícia Federal (PF) e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) com o objetivo de coibir a exploração ilegal de areia, em Vitória da Conquista e região, no Centro-Sul da Bahia. De acordo com o Inema, foram realizadas apreensões de maquinários, realizadas pela PF, além da prisão de dois responsáveis pela extração do minério.

A ação aconteceu em conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Prefeitura de Vitória da Conquista, a Secretária de Meio Ambiente local e a Polícia Militar (PM). A Operação, que teve o objetivo de impedir a utilização ilegal da substância mineral areia em diversos trechos do leito do Rio Ribeirão, que abrange os municípios de Vitória da Conquista e Anagé, foi realizada devido a recorrentes denúncias.

O Inema concedeu também o apoio do helicóptero, que auxiliou no mapeamento e abordagem nos pontos de interesse. Além disso, o Instituto ficou responsável pelos procedimentos administrativos que ocorreram em Anagé, gerando assim um auto de Interdição Temporária. A Secretaria de Meio Ambiente de Vitória da Conquista ficou encarregada de fornecer veículos como caçambas e caminhões prancha, e pelos procedimentos administrativos dentro da área que abrangeu o seu município.

Notícias relacionadas