Bahia

Cratera aumenta na BA-020 após continuidade de chuva na região oeste da Bahia

A cratera que abriu na BR-020, na região do município de Luís Eduardo Magalhães, aumentou após a continuidade da forte chuva no último domingo (17). Nesta segunda (18), o trecho de 600 metros que compreende a área de risco, permanece interditado. Com isso, o tráfego na região foi alterado. [Leia mais...]

[Cratera aumenta na BA-020 após continuidade de chuva na região oeste da Bahia]
Foto : Reprodução / TV Oeste

Por Paloma Andrade no dia 18 de Janeiro de 2016 ⋅ 13:04

A cratera que abriu na BR-020, na região do município de Luís Eduardo Magalhães, aumentou após a continuidade da forte chuva no último domingo (17). Nesta segunda (18), o trecho de 600 metros que compreende a área de risco, permanece interditado. Com isso, o tráfego na região foi alterado.

Quem passa pela via no sentido Brasília (DF), precisa passar pela contramão. Já quem trafega no sentido contrário, irá utilizar o acesso desviado à direita. De acordo com a Superintendência de Trânsito da prefeitura de Luís Eduardo Magalhães (Sutrans), o órgão e a Guarda Municipal orientam o trânsito no local. 

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que a empresa contratada para fazer a obra, irá recuperar os três pontos de erosão da pista ainda nesta semana, para depois dar continuidade ao serviço.
 
A superintendência analisa se é necessário bloquear os dois lados da pista e decretar estado de emergência no local. Até a próxima quinta-feira (21), o órgão irá analisar o andamento da obra de recuperação da via. 

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o tempo chuvoso irá continuar na região. Além disso haverá trovoadas isoladas. A temperatura deve ficar entre 21ºC e 33ºC na cidade.

Notícias relacionadas

[Itabuna: prédio que abrigaria shopping é demolido ]
Bahia

Itabuna: prédio que abrigaria shopping é demolido 

Por Alexandre Galvão no dia 14 de Agosto de 2018 ⋅ 09:20 em Bahia

Destino do restante do prédio será decidido pela 1ª Vara da Fazenda Pública de Itabuna nos próximos 30 dias, quando resultado de laudo técnico será concluído