Bahia

Conclusão de 264 novas creches estaduais está prevista para 2016

Até o final de 2016, 152 municípios baianos devem ganhar duzentas e sessenta e quatro creches que estavam por iniciar ou com as obras paradas, segundo previsão do presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Antônio Idilvan. [Leia mais...]

[Conclusão de 264 novas creches estaduais está prevista para 2016]
Foto : Secom/Bahia

Por Bárbara Silveira no dia 21 de Janeiro de 2016 ⋅ 15:19

Até o final de 2016, 152 municípios baianos devem ganhar duzentas e sessenta e quatro creches que estavam por iniciar ou com as obras paradas, segundo previsão do presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Antônio Idilvan.

Durante reunião com o governador Rui Costa (PT) na manhã desta quarta-feira (21), a questão foi discutida para que os gestores municipais resolvam pendências envolvendo prestação de contas e obras e esclareçam dúvidas em relação às ações desenvolvidas pelo FNDE.

"Os estímulos iniciais, chamados pelos especialistas de fase de desenvolvimento cognitivo da criança, são muito importantes e precisam ser conduzidos por pessoas capacitadas para isso. Investindo em creches estaremos formando uma nova geração de baianos, com uma capacidade criativa muito maior. São diversos os estímulos que as crianças recebem dentro da creche, com brinquedos, desenhos e músicas, por exemplo", destacou o governador Rui Costa.

De acordo com Antônio Idilvan, as obras paradas não são um problema apenas na Bahia. "Os problemas se deram com as empresas contratadas, que não cumpriram os contratos. As obras demoraram mais do que o prazo previsto, o custo aumentou e não foi possível fazer o aditivo. Agora estamos aqui reunidos para orientar os gestores, para que todos os entraves sejam vencidos e as próprias prefeituras façam a licitação e possam concluir a sua obra".

Notícias relacionadas

[Itabuna: prédio que abrigaria shopping é demolido ]
Bahia

Itabuna: prédio que abrigaria shopping é demolido 

Por Alexandre Galvão no dia 14 de Agosto de 2018 ⋅ 09:20 em Bahia

Destino do restante do prédio será decidido pela 1ª Vara da Fazenda Pública de Itabuna nos próximos 30 dias, quando resultado de laudo técnico será concluído