Bahia

Bahia é o estado que mais investe em segurança, segundo secretário

O secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa falou, nesta quarta-feira (27), durante o lançamento da Operação Carnaval 2016, sobre os planejamentos da segurança para a folia deste ano. Segundo Barbosa, serão feitas análises para saber se os critérios de segurança, como os portais de abordagem, vão causar prejuízos para os foliões. [Leia mais...]

[Bahia é o estado que mais investe em segurança, segundo secretário]
Foto : Camila Tíssia/ Metropress

Por Paloma Andrade e Camila Tíssia no dia 27 de Janeiro de 2016 ⋅ 11:32

O secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa falou, nesta quarta-feira (27), durante o lançamento da Operação Carnaval 2016, sobre os planejamentos da segurança para a folia deste ano. Segundo Barbosa, serão feitas análises para saber se os critérios de segurança, como os portais de abordagem, vão causar prejuízos para os foliões. 

“Foi trazido o planejamento de colocarmos os portais de abordagem, o governador comprou a ideia e viu que deveríamos tentar fazer um carnaval diferenciado. É uma inovação e com o decorrer dos dias de carnaval iremos avaliar se as abordagens estão sendo bem feitas pra que a gente faça uma adaptação de tudo isso que vai começar no carnaval de 2016. Para esse projeto foram quase 2 milhões e 300 mil reais. A população deve contribuir, iremos avaliar se toda essa segurança vai causar algum prejuízo aos foliões pra que a gente comece a fazer a adequação à comodidade do folião a segurança de todos”. 

Barbosa afirmou, ainda, que a Bahia possui o maior investimento na área de segurança no país. “Temos atuação da força de segurança em Salvador e em trinta municípios. Não existe estado do Brasil que invista mais em segurança do que a Bahia. Esse ano são 42 milhões de reais investido no carnaval. É o maior investimento no carnaval e na área de segurança. Isso simboliza o nível de atenção do governo com a segurança do nosso povo e a segurança dos turistas que chegam para curtir essa festa grandiosa”.

De acordo com o secretário, além dos 25.800 homens e mulheres que farão a segurança no período, existem outras bases que cuidarão do circuito por monitoramentos de câmeras. “Nós temos os legados que foram feitos pelo Governo do Estado e pelo Governo Federal para esses eventos. São as bases móveis de comando e controle, teremos bases em Ondina, no Circuito Batatinha, teremos nosso centro que funciona 24h por dia, que vão ser monitoradas 256 câmaras de imagem em tempo real, para facilitar a tomada de decisão”, explicou Barbosa.

Comentarios

Notícias relacionadas

[Chuva causa prejuízos no sul da Bahia]
Bahia

Chuva causa prejuízos no sul da Bahia

Por Metro1 no dia 21 de Junho de 2018 ⋅ 14:22 em Bahia

Ao menos cinco famílias de Itabuna tiveram que deixar as casas após um deslizamento de terra derrubar parte de uma contenção de concreto