Bahia

Em pouco mais de um ano, 50 PMs são exonerados por atos truculentos

Durante entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (29), o comandante geral da Polícia Militar, Coronel Anselmo Alves Brandão, falou sobre a perda de alguns policiais devido à truculência dos mesmos. “Com um ano e pouco de comando, eu tenho uma premissa: eu não gostaria que chegasse a esse ponto, mas demiti 50 PMs. Espero que nesse ano a gente demita menos”. [Leia mais...]

[Em pouco mais de um ano, 50 PMs são exonerados por atos truculentos]
Foto :Jorge Cordeiro/Secom

Por Paloma Andrade e Bárbara Silveira no dia 29 de Janeiro de 2016 ⋅ 09:14

Durante entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (29), o comandante geral da Polícia Militar, Coronel Anselmo Alves Brandão, falou sobre denúncias de policias que cometem atos truculentos. “Com um ano e pouco de comando, eu tenho uma premissa: eu não gostaria que chegasse a esse ponto, mas demiti 50 PMs. Espero que nesse ano a gente demita menos”.

Na ocasião, o Coronel explicou que essas demissões são necessárias para evitar que todos policiais sejam julgados por atitudes de apenas parte deles. “Eu não queria demitir ninguém, mas isso é pelos bons porque as vezes, esses são taxados por poucos. Nós temos uma corporação de homens simples, honrados e comprometidos com a causa. Não são 2, 3 que vão cometer erros e seremos taxados. Isso é para proteger os bons, os maus a gente extrai”, afirmou. 

Notícias relacionadas