Bahia

Estudante que morreu em Itabuna não foi vítima de dengue hemorrágica

Os resultados dos exames feitos com amostras de sangue do estudante Rafael Esteves Farias Monteiro, de 22 anos, que morreu na última quinta-feira (11), no Hospital São Lucas, em Itabuna, no sul da Bahia, comprovaram que o garoto não foi vítima de dengue hemorrágica, como apontava o atestado de óbito. [Leia mais...]

[Estudante que morreu em Itabuna não foi vítima de dengue hemorrágica]
Foto : Reprodução / Correio 24 Horas

Por Jessica Galvão no dia 14 de Fevereiro de 2016 ⋅ 08:22

Os resultados dos exames feitos com amostras de sangue do estudante Rafael Esteves Farias Monteiro, de 22 anos, que morreu na última quinta-feira (11), no Hospital São Lucas, em Itabuna, no sul da Bahia, comprovaram que o garoto não foi vítima de dengue hemorrágica, como apontava o atestado de óbito. 

Segundo a secretaria municipal de Saúde, os exames foram realizados no Laboratório Central, em Salvador, e uma outra amostra foi levada para um laboratório particular como contraprova, em Belo Horizonte. O órgão vai encaminhar o laudo para o Hospital São Lucas, que deve mapear as condições do paciente e tentar descobrir o que pode ter provocado a morte de Rafael.

 

Notícias relacionadas