Bahia

Após denúncia da Metrópole, Prefeitura de Madre de Deus dá reajuste que soma 11%

Após a Metrópole denunciar que os gastos excessivos da Prefeitura de Madre de Deus com o Madre Verão têm trazido diversos prejuízos para a cidade, como a falta de reajuste aos servidores municipais, o Sindimadre divulgou nesta quarta-feira (2) que, após uma manifestação realizada na segunda-feira (29), a Prefeitura concedeu reajuste de 5% aos trabalhadores. De acordo com o sindicato, a soma dos benefícios chega a um total de 11%. [Leia mais...]

[Após denúncia da Metrópole, Prefeitura de Madre de Deus dá reajuste que soma 11%]
Foto : Divulgação

Por Stephanie Suerdieck no dia 02 de Março de 2016 ⋅ 15:06

Após a Metrópole denunciar que os gastos excessivos da Prefeitura de Madre de Deus com o Madre Verão – que está na mira do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) – têm trazido diversos prejuízos para a cidade, como, por exemplo, a falta de reajuste aos servidores municipais, o Sindicato dos Servidores de Madre de Deus (Sindimadre) divulgou nesta quarta-feira (2) que, após uma manifestação pública realizada na última segunda-feira (29), o secretário municipal de Administração de Madre de Deus, Paulo Sérgio, assinou um acordo onde a Prefeitura se compromete a conceder um reajuste de 5% aos trabalhadores, além de um avanço na Referência do servidor público.

Segundo o presidente do Sindimadre, Amilton Pereira, “a soma dá um percentual de reajuste de cerca de 11%”. Ainda de acordo com o sindicato, o aumento já será incluso na folha de pagamento do mês de março, mesmo com a data-base do funcionalismo municipal de Madre de Deus sendo em Janeiro. Na semana passada, o Sindimadre havia divulgado que os servidores ainda estavam recebendo os mesmos salários de 2015, sem terem, inclusive, a reposição da inflação, além de ter alertado para os gastos da Prefeitura da cidade com o evento Madre Verão. “A Prefeitura gastou aproximadamente R$ 2 milhões com a festa Madre Verão e não concedeu nenhum reajuste ao servidor público municipal este ano”, disse Amilton Pereira na última sexta-feira (26).

Vale lembrar que, segundo o Diário Oficial do Município, dos quase R$ 2 milhões gastos com o Madre Verão, a prefeitura desembolsou pouco mais de R$ 1,4 milhões com a empresa Torre Som, além dos outros custos com a festa, embutidos no montante total. De acordo com o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), o orçamento mensal da Prefeitura de Madre de Deus é de cerca de R$ 16 milhões.

 

Notícias relacionadas