Bahia

Rui sobre escolas públicas: "É preciso sentimento de pertencimento"

O sistema da rede estadual de ensino foi um dos assuntos comentados pelo governador da Bahia, Rui Costa, durante entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta segunda-feira (21). Rui acredita que é preciso um "sentimento de pertencimento" da população para se conservar as escolas e manter o entusiamo com os estudos. [Leia mais...]

[Rui sobre escolas públicas:
Foto :Claudionor Jr./Secretaria da Educação

Por Camila Tíssia e Matheus Morais no dia 21 de Março de 2016 ⋅ 09:27

O sistema da rede estadual de ensino foi um dos assuntos comentados pelo governador da Bahia, Rui Costa, durante entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta segunda-feira (21). Rui acredita que é preciso um "sentimento de pertencimento" da população para se conservar as escolas e manter o entusiamo com os estudos. 

"Não depende do governante de plantão. As pessoas sabem que a escola pertence às famílias, à sociedade, e não aos governantes. Isso precisa ser implanto aqui. Eu adotei um procedimento de visitar uma escola em cada cidade que eu vou. Eu tenho visto, vistei 150 escolas, tem escolas que eu me surpreendi. Eu fui em escola que 100% das salas estavam refrigeradas. A direção da escola faz a diferença, fui em escola melhor que escola privada", afirmou.

O governador ainda lembrou da sua época de estudante e reforçou a importância do cuidado com as escolas. "Recentemente fui em uma, as escolas estavam cheias. Fui em uma escola em que a diretora comprou papel higiênico com o dinheiro dela, os alunos pegaram os papéis e entupiram os vasos sanitários. É isso que eu digo, precisa ter o sentimento de pertencimento. Os governantes passam e a escola fica. A coisa mais importante que pode acontecer é a educação. E eu chamo atenção porque se eu eu sou governador foi porque meus pais me colocaram para estudar. Eu era bom aluno, tinha as melhores notas lá de casa", completou.  

Notícias relacionadas

[Club Med Itaparica funciona até 31 de julho]
Bahia

Club Med Itaparica funciona até 31 de julho

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Março de 2019 ⋅ 08:21 em Bahia

Decisão de fechar a unidade faz parte de uma "estratégia mundial" de focar em resorts premium, segundo a direção da rede