Bahia

Movimento é intenso em travessias no retorno para Salvador

O movimento de retorno do feriadão da Semana Santa é intenso na travessia marítima Salvador-Mar Grande na manhã desta segunda-feira (28). De acordo com a Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab), as 14 embarcações em tráfego estão operando desde às 5h com horários de saída de 15 em 15 minutos. [Leia mais...]

[Movimento é intenso em travessias no retorno para Salvador]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Camila Tíssia no dia 28 de Março de 2016 ⋅ 08:59

O movimento de retorno do feriadão da Semana Santa é intenso na travessia marítima Salvador-Mar Grande na manhã desta segunda-feira (28). De acordo com a Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab), as 14 embarcações em tráfego estão operando desde às 5h com horários de saída de 15 em 15 minutos. 

Neste momento, existe pequena fila para embarque no Terminal de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica, com tempo de espera de cerca de 20 minutos. A tendência é que o fluxo de usuários diminua até por volta das 10h. No sentido da capital para a Ilha o movimento é tranquilo e o embarque imediato. As condições de navegação na Baía de Todos os Santos são boas, com mar calmo e ventos fracos. O último horário hoje saindo de Mar Grande será às 18h30 e de Salvador, às 20h

No sistema Ferryboat, que opera em regime de 24h, não é diferente. Sete embarcações realizam as travessias entre os terminais São Joaquim-Bom Despacho. As viagens ocorrem nos horários regulares (de hora em hora), com saídas extras, caso haja necessidade. Neste momento, o fluxo é intenso, com maior movimento para veículos no terminal Bom Despacho. Em São Joaquim o movimento é menor. A espera de veículos, no sentido Salvador, tem uma média de 1h30 e de 40 minutos para pedestres.

Notícias relacionadas

[Club Med Itaparica será fechado ]
Bahia

Club Med Itaparica será fechado 

Por Alexandre Galvão no dia 19 de Março de 2019 ⋅ 07:20 em Bahia

O resort trabalha com esquema all inclusive e atraía milhares de turistas e baianos que queriam aproveitar as belezas do hotel e da Ilha de Itaparica