Bahia

Professores da Ufba decidem manter greve que já dura um mês

Em greve há um mês, os professores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) rejeitaram a proposta de reajuste feita pelo governo e decidiram manter a paralisação, durante assembleia realizada na tarde desta segunda-feira (29). [Leia mais...]

[Professores da Ufba decidem manter greve que já dura um mês]
Foto : Divulgação/Assufba

Por Juliana Almirante no dia 30 de Junho de 2015 ⋅ 07:03

Em greve há um mês, os professores da Universidade Federal da Bahia (Ufba) rejeitaram a proposta de reajuste feita pelo governo e decidiram manter a paralisação, durante assembleia realizada na tarde desta segunda-feira (29). Os cerca de 140 docentes participaram do encontro, na Faculdade de Arquitetura, aprovaram a continuidade do movimento.

Na quinta-feira (25), o governo apresentou uma proposta de reajuste de 21,3% dividido em quatro parcelas. A primeira delas, de 5,5%, para 1° de janeiro de 2016; a segunda, de 5%, para 1° de janeiro de 2017; a terceira, de 4, 75%, para 1° de janeiro de 2018 e a quarta, de 4,5%, para 1° de janeiro de 2019.

 

Notícias relacionadas