Bahia

Cinco homens são resgatados em condições de trabalho escravo na Bahia

Cinco homens foram resgatados em condições de regime escravona zona rural de São José do Jacuípe, cerca de 230 km de Salvador, na segunda-feira (15). Segundo a Polícia Rodoviária Federal os trabalhadores sofriam agressões e ameaças na propriedade onde eram mantidos. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação / Polícia Rodoviária Federal

Por Laura Lorenzo no dia 16 de Agosto de 2016 ⋅ 18:58

Cinco homens foram resgatados em condições de regime escravo  na zona rural de São José  do Jacuípe, cerca de 230 km de Salvador, na segunda-feira (15). Segundo a Polícia Rodoviária Federal os trabalhadores sofriam agressões e ameaças na propriedade onde eram mantidos. De acordo com as autoridades, eles eram obrigados a montar em touros para os torneiros de rodeio regionais, além de serem mantidos em condições sub-humanas.

De acordo com a polícia o homem responsável pelo crime foi preso na cidade de Várzea da Roça. O acusado vai responder pelo crime de reduzir alguém à condição análoga a de escravidão e por porte ilegal de armas. Com ele foram encontrados  quatro munições de arma de fogo de calibre 38. Dados coletados pelo  Ministério do Trabalho e Emprego e da Comissão Pastoral da Terra (CPT) em 2015  apontam a Bahia como o sétimo lugar, junto com o Ceara, Amazonas e Roraima, nos casos de trabalho escravo no Brasil.

Apesar dos poucos casos identificados no Estado, a Bahia está na contramão dos dados nacionais, que sofreram uma redução em quase todos os itens analisados na pesquisa realizada pela CPT. Na Bahia, de um único caso identificado em 2014 os números saltaram para 4 casos em 2015, um aumento de 300%. Já o número de pessoas envolvidas foi de 11 para 372, um aumento de 3281%. Aumentou também o número de pessoas resgatadas, de 11 em 2014 para 12 em 2015.

Notícias relacionadas