Bahia

Pacto pela Vida: para secretário, lógica de combate a violência foi mudada

Em entrevista à Rádio Metrópole nessa quinta-feira (8), o secretário de segurança pública da Bahia, Maurício Barbosa, comentou as ações que tem sido adotadas pelo estado para diminuir a violência. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira no dia 09 de Julho de 2015 ⋅ 08:51

Em entrevista à Rádio Metrópole nessa quinta-feira (8), o secretário de segurança pública da Bahia, Maurício Barbosa, comentou as ações que tem sido adotadas pelo estado para diminuir a violência, como o Pacto pela vida, que associa a repressão a medidas preventivas para minimizar a entrada de jovens no crime.

Segundo Barbosa, na última quarta-feira (7) foi realizada uma reunião com líderes religiosos para discutir novas formas de reforçar a segurança pública. "Foi muito positiva, coincidiu com 4 anos do lançamento do Pacto. A ideia do pacto sempre foi trazer discussão da violência a todos que podem contribuir com a redução da violência. Foi a primeira vez que chamamos os lideres religiosos. Trazer as entidades que já fazem um trabalho cada uma na sua área, já sabemos de projetos que fazem”, explicou.

Segundo Barbosa, a lógica de combate à violência precisa ser diferente. “A gente só fala em combate a violência com repressão, mas essa logica já mudou há quatro anos. São 17 bases comunitárias, algumas com reduções de 100% da criminalidade, outras menos", argumentou.

 

Comentarios

Notícias relacionadas