Bahia

Obras do Hospital Roberto Santos já têm 70% de avanço, diz governo

De acordo com o governo do estado, em nota enviada à imprensa, nesta sexta-feira (16), as obras do entorno do Hospital Roberto Santos, no bairro do Cabula, já têm 70% de avanço e devem ficar prontas nos próximos meses. Além dos nove mil metros quadrados de pavimentação (cerca de 1,5 quilômetros) em volta na unidade hospitalar, estacionamento, paisagismo e calçadas com piso tátil, uma série de equipamentos comunitários como a sede da associação de moradores, parque infantil, quiosque e uma Base de Segurança da Polícia Militar também estão entre as melhorias. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Carla Ornelas/GOVBA

Por Matheus Morais no dia 17 de Setembro de 2016 ⋅ 08:59

De acordo com o governo do estado, em nota enviada à imprensa, nesta sexta-feira (16), as obras do entorno do Hospital Roberto Santos, no bairro do Cabula, já têm 70% de avanço e devem ficar prontas nos próximos meses. Além dos nove mil metros quadrados de pavimentação (cerca de 1,5 quilômetros) em volta na unidade hospitalar, estacionamento, paisagismo e calçadas com piso tátil, uma série de equipamentos comunitários como a sede da associação de moradores, parque infantil, quiosque e uma Base de Segurança da Polícia Militar também estão entre as melhorias.

O diretor de equipamentos da Conder, Aírton Maia, visitou o canteiro de obras na tarde de sexta-feira (16) e afirmou que os trabalhos serão concluídos até o mês de dezembro. “Esse percurso [que inclui o alargamento da Rua 25 de Maio] era utilizado de forma limitada, porque não trafegava ônibus nem caminhão de lixo, e era impossível o acesso de ambulância. Essa obra permite total acessibilidade para a comunidade deste entorno. Estamos com 70% do avanço físico executados”.

Ainda de acordo com o governo estadual, o investimento total é de aproximadamente R$ 8 milhões. Cerca de 60 operários trabalham no local para garantir que as intervenções fiquem prontas no prazo previsto. Conforme Maia, o trecho terá ainda quatro pontos de ônibus e iluminação. “O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde, também permitiu que uma parte do terreno do hospital fosse utilizado para que fosse criada uma área com equipamentos públicos”, explicou.

Notícias relacionadas