Bahia

Pardal: aplicativo do TRE já tem mais de três mil denúncias eleitorais na Bahia

Lançado no último mês, o aplicativo Pardal — criado para facilitar as denúncias de eleitores a propagandas irregulares, compras de votos e outros crimes eleitorais — já tem mais de três mil casos registrados na Bahia. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução

Por Gabriel Nascimento no dia 21 de Setembro de 2016 ⋅ 11:36

Lançado no último mês, o aplicativo Pardal — criado para facilitar as denúncias de eleitores a propagandas irregulares, compras de votos e outros crimes eleitorais — já tem mais de três mil casos registrados na Bahia.

De acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), até às 11h25 desta quarta-feira (21), Salvador liderava o ranking, com 523 denúncias. Em seguida, aparecem Porto Seguro, com 162, e Maragogipe, com 123 registros. Ao todo, são 3414 casos.

Ainda segundo o TRE-BA, o maior percentual é de denúncias sobre propagandas eleitorais (47%). Crimes eleitorais somam 18%; uso da máquina pública, 9%; compra de votos, 7%; e doações e gastos eleitorais, 4%. Outros são 15%.

Para denunciar, o eleitor precisa preencher o cadastro informando dados obrigatórios como nome, CPF, e-mail, telefone e endereço. Caso houver a necessidade de sigilo, o eleitor deve solicitar à Justiça Eleitoral. Além disso, é necessário encaminhar elementos que indiquem a existência do fato noticiado como vídeos, fotos ou áudios. O Pardal garante a localização geográfica mais precisa do local onde a irregularidade está e permite que o eleitor acompanhe a tramitação da denúncia.

Notícias relacionadas