Bahia

Após críticas, Pinheiro fala em transformar a TVE: “Ambiente de conhecimento”

Em julho de 2015 o Jornal da Metrópole mostrou que, apesar da TVE ressaltar toda a sua baianidade, das 168 horas de exibição semanal, apenas 25 eram de produções feitas no estado — o equivalente a 14,8% da programação [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira e Camila Tíssia no dia 29 de Setembro de 2016 ⋅ 08:55

Em julho de 2015 o Jornal da Metrópole mostrou que, apesar da TVE ressaltar toda a sua baianidade, das 168 horas de exibição semanal, apenas 25 eram de produções feitas no estado — o equivalente a 14,8% da programação. Desde então, o governador Rui Costa reconheceu a necessidade de readequação do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb) e prometeu implantar mudanças.

Em entrevista à Rádio Metrópole nessa quinta-feira (29), o secretário de Educação da Bahia, Walter Pinheiro, comentou os projetos para o segmento. “Temos o Instituto Anísio Teixeira (IAT), minha proposta para o governador é transformar o IAT e a TVE em ambientes de conhecimento. Tem condição de produção de conteúdo eletrônico. Para isso, já chamei uma empresa de satélite mundial para a gente refazer o contrato para revigorar 700 pontos de cobertura, também para melhorar a banda larga nas escolas. A ideia é mexer na pedagogia e entregar novas ferramentas”, disse. 

Notícias relacionadas