Bahia

Dinha responde a acusação de Otto e provoca: “choro de perdedor”

O prefeito eleito de Simões Filho, Diógenes Tolentino de Oliveira, conhecido como Dinha (PMDB), que "teve sua campanha financiada pela pelo tráfico" segundo o senador e presidente do PSD na Bahia, Otto Alencar, respondeu, nesta terça-feira, que o “ataque” de Otto nada mais é que “choro de perdedor”. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução /Facebook

Por Laura Lorenzo no dia 05 de Outubro de 2016 ⋅ 15:15

Após a acusação do senador e presidente do PSD na Bahia, Otto Alencar, nesta terça-feira (04) de que o prefeito eleito de Simões Filho, Diógenes Tolentino de Oliveira, conhecido como Dinha (PMDB), teve sua campanha financiada pela pelo tráfico, o peemedebista respondeu afirmando que o “ataque” do senador  nada mais é que “choro de perdedor”. 

“Não creio que o senador, em pleno equilíbrio, afirme que a população de Simões Filho apoiaria uma campanha política bancada com dinheiro ilícito. Certamente, ainda no calor de uma acachapante derrota sofrida nas urnas, o senador não mediu suas palavras e acabou sendo muito infeliz em suas colocações”, disse o peemedebista por meio de uma nota divulgada nesta quarta-feira (4). 

Segundo o prefeito eleito de Simões Filho, a crítica de Otto se dá porque “a derrota sofrida pelos irmãos Alencar quebra um ciclo de poder que está enraizada em Simões Filho, e isso, certamente, mexeu com seus ânimos”. E ele provoca: “os ‘traficantes’ e ‘financiadores de campanhas com dinheiro sujo’ são aqueles que sucatearam a cidade".

O peemedebista declarou ainda que condena a postura de Otto: "Fui eleito com a maioria da população de Simões Filho ao meu lado e entendo que uma acusação como esta fere a dignidade de uma cidade inteira. Simões Filho tem pessoas de bem, honestas e trabalhadoras, que votaram em mim por conhecer a minha vida pública”, retrucou Dinha. 

Notícias relacionadas