Bahia

Nova tática da PM para reduzir assaltos a banco no interior inclui até aeronaves

O comandante da Polícia Militar do Estado da Bahia, Anselmo Brandão, falou nesta terça-feira (14) a Mário Kertész sobre as iniciativas da PM para reduzir os assaltos a banco, sobretudo no interior. No mês de maio, ocorreu a mais chocante destas ações criminosas em 2015, em Conde, num esquema que incluiu até funcionários da agência bancária sendo usados como escudos humanos amarrados a carros. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Bárbara Silveira/Metropress

Por Felipe Paranhos no dia 14 de Julho de 2015 ⋅ 09:23

O comandante da Polícia Militar do Estado da Bahia, Anselmo Brandão, falou nesta terça-feira (14) a Mário Kertész sobre as iniciativas da PM para reduzir os assaltos a banco, sobretudo no interior. No mês de maio, ocorreu a mais chocante destas ações criminosas em 2015, em Conde, num esquema que incluiu até funcionários da agência bancária sendo usados como escudos humanos amarrados a carros. 

Apesar disso, Brandão destacou a redução de 20% no índice de assaltos a bancos, em comparação com 2014. "Esse ano, aconteceu no Conde e ainda está acontecendo, infelizmente. Mas estamos com força-tarefa no interior do estado, e temos muitas quadrilhas monitoradas, tanto que este ano já prendemos seis quadrilhas. Já estamos com uma redução de 20% comparado com o ano passado, mas estatística é frio pra comunidade. Estatística é coisa pra gestor", disse, ressaltando as medidas tomadas pela polícia para reduzir tais crimes.

"Neste mês, estamos com a estratégia de deixar duas aeronaves — uma no norte e outra no leste — em estado de alerta, eu não tenho dúvida que com essas ações de mobilidade para o enfrentamento das quadrilhas, fora as ações que estamos realizando diaturnamente, nós vamos ter uma redução significativa", acrescentou. 

 

Notícias relacionadas