Bahia

Sem acordo com o governo, docentes das universidades estaduais ocupam a SEC

Após reunião sem acordo entre os professores das universidades estaduais e o governo da Bahia, os servidores resolveram ocupar, por tempo indeterminado, a Secretaria da Educação em Salvador, a partir desta quarta-feira (15). [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/ Aduneb

Por Bárbara Gomes no dia 15 de Julho de 2015 ⋅ 16:20

Após reunião sem acordo entre os professores das universidades estaduais e o governo da Bahia, os servidores resolveram ocupar, por tempo indeterminado, a Secretaria estadual da Educação, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, a partir desta quarta-feira (15).

Segundo publicação do G1, o governo vai apresentar uma proposta aos professores, que será formalizada na tarde desta quarta. A greve já passa de dois meses e, segundo a Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Aduneb), os principais conflitos na negociação referem-se à progressão e alteração do regime de trabalho, além da suplementação do orçamento em R$ 19 milhões, reduzido por cortes anuais nos últimos dois anos.

Os docentes reivindicam promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho, assim como a ampliação no número de professores e investimento de 7% da Receita Líquida de Impostos para as universidade. De acordo com a Aduneb, cerca de 60 mil alunos e 5,5 mil professores estão com as atividades paralisadas.

Comentarios

Notícias relacionadas