Bahia

Mário Kertész comenta aumento da crise política no país

O apresentador Mário Kertész comentou, nesta sexta-feira (17), o rompimento do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), com o governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Para MK, o anúncio de Cunha só agrava ainda mais a crise política em que o Brasil se encontra. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Matheus Simoni no dia 17 de Julho de 2015 ⋅ 17:18

O apresentador Mário Kertész comentou, nesta sexta-feira (17), o rompimento do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), com o governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Para MK, o anúncio de Cunha só agrava ainda mais a crise política em que o Brasil se encontra. "Do ponto de vista ético, você pode ver uma crise completa com todos esses escândalos. Seja na Petrobras, no BNDES e nas outras coisas. E acabam aparecendo nós. Todos somos corruptos. Quando a gente pede um atestado de um dentista para diminuir o imposto de renda ou quando a gente paga por fora e o dentista aceita para não pagar o imposto devido. Ou quando a gente compra um filme pirata. Tudo isso e vários outros exemplos. Todos somos corruptos. Não adianta a gente estar pensando que essa coisa vai ser fácil de ser resolvida", disse o apresentador.

Notícias relacionadas