Bahia

Apesar de avanço em acordo, greve nas universidades estaduais continua

Uma reunião entre o governo da Bahia e os professores das universidades estaduais na última sexta-feira (17), resultou em acordo que deve ser votado durante assembleia, cuja data ainda não foi definida. Houve avanço na negociação, no entanto, os docentes permanecem em greve. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Aduneb

Por Gabriel Nascimento no dia 20 de Julho de 2015 ⋅ 12:50

Uma reunião entre o governo da Bahia e os professores das universidades estaduais na última sexta-feira (17), resultou em acordo que deve ser votado durante assembleia, cuja data ainda não foi definida. Houve avanço na negociação, no entanto, os docentes permanecem em greve.

Depois do encontro, os servidores resolveram desocupar a sede da Secretaria da Educação, em Salvador, onde estavam desde a última quarta-feira (15). A greve teve início no dia 13 de maio. De acordo com o governo do estado, no documento, que foi construído conjuntamente, o governo assegurou enviar para a Assembleia Legislativa o Projeto de Lei que Revoga a Lei 7176/97 no prazo de 60 dias. Com a revogação, será criada uma nova lei que garante mais autonomia às instituições.

Notícias relacionadas