Bahia

Governo lança projeto para utilizar lixo como fonte de energia elétrica

a iniciativa do governo estadual, por meio da Secretaria de Infraestrutura do Estado (SEINFRA), começou a utilizar restos de alimentos descartados no lixo e coletados em aterros sanitários como fonte de geração de energia elétrica. A tecnologia para transformar matéria orgânica em eletricidade, que já tem sido implantada no país, começou a ser implantado na termoelétrica Termoverde, que gera energia elétrica a partir do biogás produzido no Aterro Sanitário Metropolitano de Salvador, modelo semelhante ao processo de produção do projeto piloto a ser implantado no interior do Estado. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/Secom/Carol Garcia/GOVBA

Por Matheus Simoni no dia 25 de Maio de 2015 ⋅ 15:25

Uma iniciativa do governo estadual, por meio da Secretaria de Infraestrutura do Estado (SEINFRA), começou a utilizar restos de alimentos descartados no lixo e coletados em aterros sanitários como fonte de geração de energia elétrica. A tecnologia para transformar matéria orgânica em eletricidade, que já tem sido implantada no país, começou a ser implantado na termoelétrica Termoverde, que gera energia elétrica a partir do biogás produzido no Aterro Sanitário Metropolitano de Salvador, modelo semelhante ao processo de produção do projeto piloto a ser implantado no interior do Estado.

 

De acordo com a Seinfra, três mil toneladas de resíduos são recolhidos por dia dos municípios de Salvador, Lauro de Freitas e Simões Filho, quantidade suficiente para produzir cerca de 13 megawatts (MW) por ano. Para se ter uma ideia, este valor equivale ao consumo de uma cidade com aproximadamente 140 mil habitantes anualmente. O valor do investimento de instalação da Termoverde, em 2011, foi de aproximadamente R$50 milhões, com potencial de geração de energia de até 20 MW. 

Notícias relacionadas