Bahia

Feira de Santana: 11 escolas da rede municipal ainda estão sem aula, diz APLB

Planejada para a última segunda-feira (6), a volta as aulas ainda não aconteceu em todas as escolas municipais de Feira de Santana. A diretora do sindicado dos professores (APLB) de Feira, Marlede Oliveira, afirmou que muitas escolas estão sem aula devido à falta de professores, reformas e falta de merenda escolar, não por conta de professores em greve. [Leia mais...]

[Feira de Santana: 11 escolas da rede municipal ainda estão sem aula, diz APLB]
Foto : Google Street View

Por Laura Lorenzo no dia 10 de Março de 2017 ⋅ 17:07

Planejada para a última segunda-feira (6), a volta as aulas ainda não aconteceu em todas as escolas municipais de Feira de Santana. Ao portal Acorda Cidade, a diretora do sindicado dos professores (APLB) de Feira, Marlede Oliveira, afirmou que muitas escolas da rede municipal estão sem aula devido à falta de professores, reformas e falta de merenda escolar, e não por conta de professores em greve.

De acordo com a diretora, a categoria se reuniu no último dia dois para decidir se iria ou não iniciar o ano letivo, por conta da pauta de reivindicações. Na reunião, foi decidido manter o começo das aulas e dar ao menos mais uma semana ao governo para pensar nas reivindicações da categoria. 

Ela contou ainda que, após visitas da APLB à escolas da rede municipal de Feira, foi verificado que cerca de 11 escolas ainda não começaram o ano letivo. Uma nova reunião da categoria está marcada para a proxima segunda-feira (13).

Notícias relacionadas

[Obama revela desejo de conhecer a Bahia]
Bahia

Obama revela desejo de conhecer a Bahia

Por Alexandre Galvão no dia 18 de Abril de 2019 ⋅ 08:00 em Bahia

O ex-presidente enumerou outros lugares que gostaria de conhecer, citando Chile e Argentina, com destaque para região da Patagônia

[PRF começa operação Semana Santa nesta quinta]
Bahia

PRF começa operação Semana Santa nesta quinta

Por Kamille Martinho no dia 16 de Abril de 2019 ⋅ 20:30 em Bahia

Fiscalização tem o objetivo de reforçar o policiamento preventivo em locais e horários de maior incidência de criminalidade e acidentes graves