Bahia

Outdoor na Bahia mostra e critica ofensas racistas contra Maju

A jornalista Maria Julia Coutinho, conhecida como Maju, foi alvo de diversas ofensas racistas quando começou a receber destaque como informante da previsão do tempo no Jornal Nacional, da Rede Globo. As manifestações foram criticadas e motivaram a campanha #SomosTodosMaju, que tomou conta das redes sociais.[Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação

Por Matheus Simoni no dia 02 de Agosto de 2015 ⋅ 17:32

A jornalista Maria Julia Coutinho, conhecida como Maju, foi alvo de diversas ofensas racistas quando começou a receber destaque como informante da previsão do tempo no Jornal Nacional, da Rede Globo. As manifestações foram criticadas e motivaram a campanha #SomosTodosMaju, que tomou conta das redes sociais. Fora da internet, a ONG carioca Criola resolveu espalhar pelo país diversas dessas frases racistas em outdoors colocados nas cidades de onde partiram as mensagens de ódio. A cidade de Feira de Santana, na Bahia, recebeu uma das publicidades.

"Se tomasse banho direito, não ficaria encardida", diz um usuário do Facebook em uma publicação da jornalista. Para não gerar uma espécie de "caça aos racistas", a Criola decidiu por preservar identidade e imagens dos agressores virtuais. A intenção da ONG é mostrar que o racismo está muito presente na sociedade – e o quão próximo ele pode estar. Outras cidades que receberam publicidades foram Americana-SP e Recife-PE.

Notícias relacionadas