Bahia

Servidores da Uesb fazem ato simbólico pela "morte prematura" da educação

Nesta terça-feira (4), servidores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) realizaram um ato simbólico nos campus de Vitória da Conquista, Jequié e Itapetinga. Em protesto, os servidores disseram que estavam representando a “morte prematura”das Universidades Estaduais. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/ Afus

Por Bárbara Gomes no dia 04 de Agosto de 2015 ⋅ 19:20

Nesta terça-feira (4), servidores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) realizaram um ato simbólico nos campus de Vitória da Conquista, Jequié e Itapetinga. Em protesto, os servidores disseram que estavam representando a “morte prematura”  das Universidades Estaduais. O Sindicato dos Servidores Técnico-Administrativo da UESB (Afus), destacou que a categoria está desde abril realizando paralisações, manifestações e assembleias na tentativa de chamar a atenção da opinião pública e do Governo do Estado.

Os grevistas reivindicam a data-base prevista em lei para aumento salarial, a insuficiência de profissionais para atender às demandas da Instituição, o valor defasado do auxílio-alimentação, o não pagamento de direitos trabalhistas, entre outras. O Afus esclareceu que os trabalhadores pretendem, através dos atos simbólicos, sensibilizar o governo estadual para atender às pautas de reivindicação.

Notícias relacionadas