Bahia

"Não há investimentos privados", diz secretário sobre mundial de Wrestling Jr.

Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (7), no Centro Pan Americano de Judô, o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Álvaro Gomes, falou sobre a escolha da Bahia como sede do Campeonato Mundial de Wrestling Júnior. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Matheus Morais/Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 07 de Agosto de 2015 ⋅ 10:40

Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (7), no Centro Pan Americano de Judô, o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Álvaro Gomes, falou sobre a escolha da Bahia como sede do Campeonato Mundial de Wrestling Júnior. “A Bahia é um estado acolhedor, clima agradável, isso contou na escolha”, afirmou.

O secretário ressaltou que o objetivo é “estimular o esporte como inclusor social”. “Queremos difundir o esporte como fator da inclusão social. Estamos trabalhando com crianças carentes. É importante ressaltar que o estado está investindo R$ 3 milhões e 700 mil nesse evento. O estado investe R$ 450 mil e o resto é recurso do governo federal. Não há investimentos privados”, destacou.

Além do secretário, o evento conta com a presença do presidente da Confederação Brasileira de Wrestling (CBW), Pedro Gama Filho, a primeira brasileira a conquistar uma medalha de ouro em Jogos Pan Americanos, Joice Silva, e o presidente da United World Wrestling das Américas, Francisco Lee. A Bahia foi escolhida como sede do mundial após oferecer melhores condições para a realização do evento.

 

Notícias relacionadas