Bahia

Após tragédia, Ministério Público pede suspensão da travessia Salvador-Mar Grande

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) ingressou na Justiça com um pedido de suspensão, em caráter de urgência, do serviço da travessia Salvador-Mar Grande. A ação foi ajuizada na 8ª Vara da Fazenda Pública, em Salvador, na noite da última terça-feira (29). A travessia foi retomada na última terça-feira (29), após ter ficado paralisada por conta do acidente envolvendo a embarcação “Cavalo Marinho I”, em Mar Grande. [Leia mais...]

[Após tragédia, Ministério Público pede suspensão da travessia Salvador-Mar Grande]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Matheus Simoni no dia 30 de Agosto de 2017 ⋅ 12:22

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) ingressou na Justiça com um pedido de suspensão, em caráter de urgência, do serviço da travessia Salvador-Mar Grande. A ação foi ajuizada na 8ª Vara da Fazenda Pública, em Salvador, na noite da última terça-feira (29). A travessia foi retomada na última terça-feira (29), após ter ficado paralisada por conta do acidente envolvendo a embarcação “Cavalo Marinho I”, em Mar Grande. A tragédia matou 19 pessoas e deixou uma adolescente desaparecida na quinta-feira passada (24).

O MP-BA também quer investigar a responsabilidade da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) no acidente. Segundo a promotora Joseane Suzart, o Ministério Público está atento às reclamações da população sobre a prestação de serviços. "A missão do Ministério Público de zelar pela regularidade dos produtos e serviços colocados no mercado de consumo, razão pela qual incluirá também, nesta averiguação, a Empresa Vera Cruz, uma vez que, de acordo com as queixas da população, executa o mencionado serviço nos mesmos moldes acima descritos”, afirmou a promotora.

A ação também cita a Associação dos Transportadores Marítimos da Bahia (Astramab), Socicam Administração, Projetos e Representações, o Centro Náutico da Bahia e o governo da Bahia. De acordo com a promotora, a suspensão necessita ser feita até que a Agerba e a CL Empreendimentos Ltda. e Vera Cruz Ltda, responsáveis pela administração da travessia, "garantam a segurança e eficiência do serviço, a partir da apresentação de uma série de laudos e documentos comprobatórios e da realização de perícias".

Notícias relacionadas

[Obama revela desejo de conhecer a Bahia]
Bahia

Obama revela desejo de conhecer a Bahia

Por Alexandre Galvão no dia 18 de Abril de 2019 ⋅ 08:00 em Bahia

O ex-presidente enumerou outros lugares que gostaria de conhecer, citando Chile e Argentina, com destaque para região da Patagônia

[PRF começa operação Semana Santa nesta quinta]
Bahia

PRF começa operação Semana Santa nesta quinta

Por Kamille Martinho no dia 16 de Abril de 2019 ⋅ 20:30 em Bahia

Fiscalização tem o objetivo de reforçar o policiamento preventivo em locais e horários de maior incidência de criminalidade e acidentes graves