Bahia

Feira de Santana: 30% dos ônibus devem voltar às ruas

O Ministério Público estadual e o Federal (MPF) estão de olho nessa situação e uma ação civil pública foi ajuizada nessa quinta (20) com pedido liminar solicitando que a Justiça determine que o município faça uma intervenção para colocar pelo menos 30% da frota de ônibus rodando em um prazo de 24 horas. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução / Feira 24h

Por Camila Tíssia no dia 21 de Agosto de 2015 ⋅ 07:58

A população da cidade de Feira de Santana está sem ônibus desde o último domingo por conta de um problema com as empresas que estavam administrando o sistema. O Ministério Público estadual e o Federal (MPF) cobram um posicionamento para essa situação. Uma ação civil pública foi ajuizada nessa quinta (20) com pedido liminar solicitando que a Justiça determine que o município faça uma intervenção para colocar pelo menos 30% da frota de ônibus nas ruas. O prazo é de 24 horas. 

As duas empresas da cidade, 18 de Setembro e Princesinha, alegaram problemas para abastecer os coletivos. Em ação emergencial, a prefeitura contratou duas outras empresas, que devem trazer novo ônibus para a cidade. 

Segundo a prefeitura, as empresas vencedoras da última licitação concordaram em assinar o contrato, mas para esses coletivos chegarem até Feira de Santana precisariam de pelo menos cinco dias. Promotores do MP argumentam que a cidade está prejudicada desde que as empresas antigas resolveram recolher os ônibus. As duas empresas tinham contrato até o dia 25. 

Notícias relacionadas

[Sul e sudoeste da Bahia ficam sem eletricidade]
Bahia

Sul e sudoeste da Bahia ficam sem eletricidade

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Novembro de 2018 ⋅ 12:00 em Bahia

De acordo com a Coelba, falha foi causada por um problema na Subestação Funil, de responsabilidade da Chesf