Bahia

Bahia fecha 8,2 mil cargos de trabalho; estado é o 8º que mais demitiu

Pelo quarto mês consecutivo, o mercado de trabalho brasileiro registrou nova queda nos postos de trabalho pelo país. Somente no mês de julho, foram fechados 157.905 postos de trabalho, de acordo com balanço divulgado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 21 de Agosto de 2015 ⋅ 19:13

Pelo quarto mês consecutivo, o mercado de trabalho brasileiro registrou nova queda nos postos de trabalho pelo país. Somente no mês de julho, foram fechados 157.905 postos de trabalho, de acordo com balanço divulgado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

O dado não é ajustado, ou seja, não inclui informações declaradas pelas empresas fora do prazo. Somente na Bahia, 8.207 postos de trabalho foram fechados, menor resultado da série para os meses de julho entre 2005 e 2015. Em comparação a junho deste ano, houve redução no número de demissões, (8.588 desligamentos).

Os setores que mais registraram saldo negativo foram: Construção Civil (-2.681 postos); Comércio (-2.544); Serviços (-2.357); Administração Pública (-296); Serviços Industriais de Utilidade Pública (-181); Indústria de Transformação (-157) e Agropecuária (-63). O setor de extração mineral foi o único que apresentou resultado positivo, com 78 postos de trabalho abertos.

A Bahia foi o oitavo estado que mais registraram desligamentos, atrás de São Paulo (-38.109), Rio de Janeiro (- 19.457), Rio Grande do Sul (- 17.818), Minas Gerais (-16.712), Santa Catarina (-14.770), Paraná (-12.355) e Pernambuco (-9.483).

Notícias relacionadas