Bahia

Professores estaduais organizam aulão para debater crise na educação

Professores organizam aulas para debater sobre a crise da educação pública na Bahia. O primeiro aulão aconteceu na quinta-feira (28). [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/ Eu luto pela educação

Por Bárbara Gomes no dia 29 de Maio de 2015 ⋅ 13:32

Os professores da rede estadual de ensino, na última quinta-feira (28), realizaram um aulão "Eu luto pela educação" . Segundo organizadores do movimento, a ação tem o objetivo de informar os estudantes, trazendo toda a comunidade para lutar por uma educação de qualidade.

Além dos professores de Salvador, os educadores de Feira de Santana, Itabuna e Santo Antônio de Jesus também aderiram ao movimento que pretende debater sobre a qualidade da educação, cidadania e direitos humanos. De cordo com um dos organizadores do aulão, professor Marcos Fuad, o grupo pretende multiplicar o número de educadores no movimento, tentando atingir toda rede estadual.

"É Mais uma forma de lutar pela educação. Educar na Luta é construir cotidianamente o debate, conhecimento e reflexão do que somos e podemos. O aulão interativo sobre cidadania, direitos e a crise da educação pública na Bahia. fortalece a nossa organização e unidade", explicou Fuad. O "Eu luto pela educação" é um grupo independente do sindicato dos professores da Bahia, a APLB, organizando ainda, assembleias indepentendes.

Nesta sexta-feira (29), os professores da rede estadual e municipal da Bahia permanecem em paralisação por causa do movimento nacional do dia das manifestações e paralisações.

Notícias relacionadas