Bahia

Por vara mais produtiva, juíza Fabiana Pellegrino é premiada pelo TJ-BA

A 2ª Vara do Sistema de Juizados, conduzida pela juíza Fabiana Pellegrino, foi contemplada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) com a melhor avaliação no estado, com apenas 2% de taxa de congestionamento, de acordo com publicação no Diário da Justiça, na última terça-feira (9). [Leia mais...]

[Por vara mais produtiva, juíza Fabiana Pellegrino é premiada pelo TJ-BA]
Foto : Sandra Travassos/ AL-BA

Por Luiza Leão no dia 12 de Janeiro de 2018 ⋅ 17:45

A 2ª Vara do Sistema de Juizados, conduzida pela juíza Fabiana Pellegrino, foi contemplada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) com a melhor avaliação no estado, com apenas 2% de taxa de congestionamento, de acordo com publicação no Diário da Justiça, na última terça-feira (9).

O reconhecimento segue as recomendações das resoluções 194 e 219, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com o objetivo de elevar a qualidade da prestação jurisdicional, por meio do Decreto Judiciário 769/2017, no programa permanente de a premiação magistrados e servidores lotados nas unidades mais produtivas, o "Justiça em Números".

"A premiação é um grande estímulo para os servidores do Poder Judiciário da Bahia e descortina para a sociedade o empenho do Tribunal de Justiça em desenvolver uma atividade cada vez mais qualificada", disse Fabiana Pellegrino.

"No que tange a nossa unidade judiciária, essa premiação é fruto de uma gestão de pessoas eficientes, que valoriza o capital humano e considera estratégias de trabalho que buscam o atendimento célere da sociedade", acrescentou.

A magistrada foi promotora de Justiça, tem 18 anos de magistratura, chegou a dirigir a Escola Judiciária Eleitoral da Bahia de 2015 a 2017 e é autora do livro "A tutela jurídica do superendividamento".

Comentarios

Notícias relacionadas

[Baianos já pagaram R$ 27 bilhões em impostos em 2018]
Bahia

Baianos já pagaram R$ 27 bilhões em impostos em 2018

Por Metro1 no dia 17 de Maio de 2018 ⋅ 09:00 em Bahia

O valor pode ser comparado ao Produto Interno Bruto (PIB) de países como Finlândia, Chile, Hungria, Portugal, Qatar, Angola, Bolívia, República Checa, Equador e Grécia