Bahia

Estudante baiano é barrado em Portugal e relata 'humilhação' em aeroporto

Jovem planejou a viagem por dois anos, mas ficou sob custódia da polícia ao desembarcar na cidade do Porto

[Estudante baiano é barrado em Portugal e relata 'humilhação' em aeroporto]
Foto : Reprodução / Facebook

Por Juliana Rodrigues no dia 02 de Outubro de 2018 ⋅ 11:20

O estudante baiano Kahel Campos, de 22 anos, relatou, em entrevista ao jornal Correio, ter passado por "humilhações" ao viajar para Portugal como turista. O jovem contou que o sonho de passar dois meses na cidade do Porto, no norte lusitano, foi interrompido após o Serviço Estrangeiro de Fiscalização barrá-lo na entrada. 

Ele juntou dinheiro durante dois anos para fazer a viagem e disse ter descoberto, ao chegar, que a amiga que o hospedaria na Europa estava no país de forma irregular, o que o colocou sob suspeita diante das autoridades locais.

"Quando me encaminharam pro SEF, eu falei com um amigo que é casado com uma portuguesa, e ele disse que poderia fazer uma carta-convite e me encaminhar. Eu esperei por 7h30 por uma entrevista. Eles (policiais) perguntaram minha idade, o que eu ia fazer em Portugal, e quanto de dinheiro eu tinha; o que eu fazia no Brasil e como consegui o dinheiro", contou.

O estudante ficou sob custódia da polícia portuguesa e foi mandado embora mesmo após apresentar a carta-convite. De acordo com Kahel, os policiais disseram ter endurecido a política em relação aos turistas após o crescimento do número de brasileiros em situação ilegal no país. 

O Ministério das Relações Exteriores informou que tem acompanhado os casos de inadmissão de brasileiros em aeroportos no exterior e que "está à disposição para dar esclarecimentos e orientações para nacionais que se encontram nessa situação".

Notícias relacionadas