Bahia

Agentes penitenciários acabam greve após 11 dias de paralisação

Os servidores penitenciários do estado da Bahia suspenderam a paralisação após 11 dias de greve. A Justiça foi acionada e considerou o movimento ilegal. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/ Portal do Servidor

Por Matheus Morais no dia 07 de Junho de 2015 ⋅ 13:48

Os servidores penitenciários do estado da Bahia suspenderam a paralisação após 11 dias de greve. A Justiça foi acionada e considerou o movimento ilegal. Segundo o Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb) por volta das 9h deste sábado, a categoria foi notificado pelo Judiciário sobre a ilegalidade da greve. “Respeitando de forma legal, como são todos os movimentos da categoria, a notificação foi assinada e a greve obrigatoriamente suspensa”, disse a categoria em nota.
 
“Em onze dias de mobilização, a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização (SEAP) não resolveu o caos que se encontra o sistema penitenciário baiano e ainda propagou a informação de que o movimento grevista da categoria era ilegal. Na quarta-feira dia (03) a (SEAP) marcou uma reunião através do Superintendente de Ressocialização, Luiz Antônio Fonseca para às 15h na sede da secretaria, horas depois o superintendente desmarcou, utilizando o argumento de que os servidores estariam descumprindo determinação judicial. A notificação da justiça que a (SEAP) afirmava que a categoria estaria descumprido foi entregue hoje”, explicou o Sinspeb.

 

 

 

 

Notícias relacionadas