Bahia

MP-BA aciona município de Itagi por não ter política de meio ambiente

Gestão da cidade do sudoeste baiano tem até 90 dias para promover estudos que ajudem a elaborar e criar lei ambiental, segundo pedido da promotoria à Justiça

[MP-BA aciona município de Itagi por não ter política de meio ambiente]
Foto : Reprodução

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Agosto de 2019 ⋅ 10:20

O Ministério Público estadual (MP-BA) ajuizou, na terça (19), ação civil pública contra o município de Itagi, no sudoeste baiano, por não cumprir obrigações relacionadas às questões ambientais.

Segundo o promotor de Justiça Maurício Foltz Cavalcanti, o município não conta com Lei de Política Municipal de Meio Ambiente (LPMMA) e, consequentemente, também não possui Sistema Municipal de Meio Ambiente (Sismuma). Um relatório elaborado por uma equipe técnica do MP-BA apontou que a cidade não possui capacidade técnica e administrativa para exercer atividades de licenciamento e fiscalização ambientais.

Diante do cenário de “probabilidade de que lesões ambientais estejam sendo praticadas em função da omissão ilícita do Poder Municipal”, o promotor solicita à Justiça que determine, em decisão liminar, que o Município comunique imediatamente ao Estado da Bahia sobre sua inaptidão ambiental. Desta forma, o órgão estadual competente deverá assumir as atribuições ambientais, de forma supletiva, como licenciamento e fiscalização.

O MP-BA também pede à Justiça que determine ao município a promoção, em 90 dias, de estudos para elaborar e criar a LPMMA e inicie a implantação do Sismuma.

Notícias relacionadas

[Catu: Câmara Municipal seleciona estagiários]
Bahia

Catu: Câmara Municipal seleciona estagiários

Por Metro1 no dia 18 de Setembro de 2019 ⋅ 16:39 em Bahia

“Com o estágio buscamos assegurar uma fonte de renda para garantir a permanência dos jovens nos estudos”, destacou o presidente da Câmara, Marcelo Calasans