Bahia

Injusta Causa: valores de honorários eram divididos entre membros de esquema do TRT5

Segundo o portal BNews, pelo menos cinco desembargadores foram alvos da operação da Polícia Federal

[Injusta Causa: valores de honorários eram divididos entre membros de esquema do TRT5]
Foto : Vagner Souza / BNews

Por Juliana Rodrigues no dia 11 de Setembro de 2019 ⋅ 12:35

A Operação Injusta Causa, deflagrada na manhã de hoje (11) pela Polícia Federal, se baseia em investigações do Ministério Público Federal (MPF) a respeito da existência de um grupo de juízes do Tribunal Regional do Trabalho da Quinta Região (TRT-5) que atuava em conjunto com advogados, para negociar a venda de acórdãos e decisões da Casa. Há indícios de que os valores recebidos eram divididos pelos integrantes da organização criminosa.

A denúncia foi feita pelo vice-procurador da República, Luciano Mariz Maia, ao Superior Tribunal de Justiça.

Pelo menos 50 agentes cumpriram 11 mandados de busca e apreensão na capital baiana. Segundo o portal BNews, pelo menos cinco desembargadores foram alvos das medidas. A reportagem apurou que a operação é fruto de uma Reclamação Disciplinar feita contra seis desembargadores baianos na Corregedoria Nacional de Justiça.

A ação também investiga um escritório de advocacia da capital baiana, o que tornou necessária a presença da Comissão de Direitos e Prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Bahia (OAB-BA).

Notícias relacionadas

[Catu: Câmara Municipal seleciona estagiários]
Bahia

Catu: Câmara Municipal seleciona estagiários

Por Metro1 no dia 18 de Setembro de 2019 ⋅ 16:39 em Bahia

“Com o estágio buscamos assegurar uma fonte de renda para garantir a permanência dos jovens nos estudos”, destacou o presidente da Câmara, Marcelo Calasans