Bahia

Juiz substituto do TRE-BA nega irregularidades após citação na Operação Faroeste

De acordo com o membro da Corte, o valor de R$ 3,8 milhões, apontado como atípico, referia-se a uma ação em que ele advogou contra Luiz Ricardi, outro citado na operação

[Juiz substituto do TRE-BA nega irregularidades após citação na Operação Faroeste]
Foto : Divulgação/TRE

Por Metro1 no dia 19 de Novembro de 2019 ⋅ 11:30

Advogado e juiz substituto do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), Diego Freitas Ribeiro, negou qualquer irregularidade que envolva seu nome na operação Faroeste, deflagrada hoje (19) na Bahia

De acordo com o membro da Corte, o valor de R$ 3,8 milhões, apontado como atípico, referia-se a uma ação em que ele advogou contra Luiz Ricardi, outro citado na operação.

A operação deflagrada nesta terça-feira aponta, segundo o Ministério Público Federal (MPF), a existência de um esquema de corrupção praticado por uma organização criminosa integrada por magistrados e servidores do TJBA, advogados e produtores rurais que, juntos, atuavam na venda de decisões para legitimar terras no oeste baiano.

Ribeiro ressalta ainda que o ministro relator do caso no Superior Tribunal de Justiça (STJ), Og Fernandes, relata em sentença que o relatório de análise preliminar de movimentações bancárias não confirmou o trânsito do valor. O Ministério Público Federal e a Polícia Federal também não indicaram outros fatos que relacionem o juiz do TRE. 

O MPF pediu que Diego Freitas Ribeiro fosse alvo de busca e apreensão, o que foi negado pelo ministro do STJ.

Notícias relacionadas

[Metrópole reprisa entrevista especial com MK ]
Bahia

Metrópole reprisa entrevista especial com MK 

Por Metro1 no dia 13 de Dezembro de 2019 ⋅ 10:27 em Bahia

As duas horas de programa serão exibidas ainda no canal do youtube.com/portalmetro1. A condução da entrevista ficou a cargo de James Martins