Brasil

MEC nega funcionamento de 17 cursos no Brasil; 5 são da Bahia

O Ministério da Educação (MEC) negou que cinco cursos de graduação superior funcionem na Bahia. Na lista dos que não tiveram a autorização, está o curso de Engenharia Mecânica, da Faculdade Ruy Barbosa, onde seriam oferecidas 200 vagas no campus Pituba. [Leia mais...]

[MEC nega funcionamento de 17 cursos no Brasil; 5 são da Bahia]
Foto : Reprodução / Google Street View

Por Paloma Andrade no dia 12 de Janeiro de 2016 ⋅ 11:19

O Ministério da Educação (MEC) negou que cinco cursos de graduação superior funcionem na Bahia. Na lista dos que não tiveram a autorização, está o curso de Engenharia Mecânica, da Faculdade Ruy Barbosa, onde seriam oferecidas 200 vagas no campus Pituba. 

Também foram negados os cursos tecnológicos de Processos Gerenciais e de Construção de Edifícios, da Faculdade do Sertão Baiano (FASB), em Monte Santo, localizado a cerca de 350 quilômetros de Salvador. Ambos teriam 100 vagas. 

O MEC negou autorização, ainda, para o curso de Licenciatura de Pedagogia, da Faculdade Regional de Alagoinhas, onde seriam ofertadas 200 vagas. O município de Barreiras também teve o funcionamento de um curso tecnológico negado no Instituto de Educação Superior Unyahna, que iria oferecer 120 vagas do curso de  Gestão de Recursos Humanos. No Brasil, o Ministério não autorizou o funcionamento de 17 cursos, que ofereceriam 2.450 vagas em sete estados. 

Através de nota, enviada ao Metro1, a Faculdade Ruy Barbosa afirmou que solicitou autorização do MEC para a abertura de um curso de Engenharia no campus Pituba, mas teve seu pedido indeferido, conforme divulgado no Diário Oficial da União. "O curso de Engenharia Mecânica foi autorizado para o campus Paralela, com nota 4 [a nota máxima é 5], atendendo a todos os requisitos legais demandados pelo MEC. A faculdade teve os cursos classificados entre os melhores do Nordeste, de acordo com o Conceito Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos (IGC), divulgado pelo MEC no último mês", disse a instituição.

Cursos aprovados
O MEC ainda autorizou o funcionamento de 16 cursos em nove estados. A Bahia foi contemplada com três novos cursos, sendo eles Psicologia, na Faculdade Irecê, com 150 vagas; Arquitetura e Urbanismo, na Faculdade Maurício de Nassau de Vitória da Conquista, com 200 vagas; Enfermagem, também com 200 vagas, na Faculdade João Calvino, em Barreiras. 

Comentarios

Notícias relacionadas

[Rosa Weber é eleita presidente do TSE]
Brasil

Rosa Weber é eleita presidente do TSE

Por Metro1 no dia 20 de Junho de 2018 ⋅ 13:40 em Brasil

Ministra vai presidir as eleições de outubro e deve permanecer no cargo até maio de 2020