Brasil

Após vazamento, nuvem tóxica atinge quatro cidades no litoral de São Paulo

O vazamento de gás responsável pela nuvem tóxica que se formou dentro de um complexo no Porto de Santos, em São Paulo, já dura mais de 15 horas. [Leia mais...]

[Após vazamento, nuvem tóxica atinge quatro cidades no litoral de São Paulo]
Foto : Divulgação/Polícia Militar

Por Gabriel Nascimento no dia 15 de Janeiro de 2016 ⋅ 10:43

O vazamento de gás responsável pela nuvem tóxica que se formou dentro de um complexo no Porto de Santos, em São Paulo, já dura mais de 15 horas. Sem previsão de término, a fumaça já atingiu as cidades de Guarujá, Santos, São Vicente e Praia Grande. Até por volta das 10h da manhã desta sexta-feira (15), 102 pessoas haviam procurado atendimento médico em hospitais da região. Os sintomas são os mesmos: irritação nos olhos e problemas respiratórios. Uma idosa de 72 anos com histórico de asma, segue internada.  

Identificado na área da empresa Localfrio, na última quinta-feira (14), o vazamento teria começado após uma estrutura do local ceder durante a forte chuva na região do porto. A água entrou em contato com a carga de um produto à base de cloro, que causou o incêndio e posteriormente a nuvem tóxica. Várias equipes trabalham para resfriar o conjunto de conteineres. O Corpo de Bombeiros utiliza 23 viaturas, além de um navio e um rebocador para captar água do mar no combate às chamas.

 

Notícias relacionadas