Brasil

Gêmeas siamesas de Itamaraju permanecem em estado grave em Goiás

O estado de saúde das gêmeas siamesas, nascidas em Itamaraju, no interior da Bahia e separadas no início do mês, no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiás, permanece crítico. A unidade informou por meio de nota divulgada neste domingo (31), que o quadro de Júlia Neves é considerado gravíssimo e ela respira com ajuda de aparelhos. [Leia mais...]

[Gêmeas siamesas de Itamaraju permanecem em estado grave em Goiás ]
Foto : Reprodução/TV Anhanguera

Por Gabriel Nascimento no dia 31 de Janeiro de 2016 ⋅ 17:01

O estado de saúde das gêmeas siamesas, nascidas em Itamaraju, no interior da Bahia e separadas no início do mês, no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiás, permanece crítico. A unidade informou por meio de nota divulgada neste domingo (31), que o quadro de Júlia Neves é considerado gravíssimo e ela respira com ajuda de aparelhos.

Já a situação de Fernanda é considerada grave, no entanto, estável e conta com o auxílio de oxigênio inalatório para respirar. Elas permanecem internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do hospital goianiense sem previsão de alta. As gêmeas eram unidas pelo tórax e abdômen, além de compartilharem o fígado e uma membrana do coração. Em agosto do último ano, seus pais decidiram levá-las para Góias, onde a operação foi realizada.

Notícias relacionadas

[‘Mordaça', diz Marco Aurélio sobre censura]
Brasil

‘Mordaça', diz Marco Aurélio sobre censura

Por Kamille Martinho no dia 18 de Abril de 2019 ⋅ 17:40 em Brasil

"Não se trata de censura. A Constituição fala em censura prévia e é clara quanto ao abuso no conteúdo divulgado", argumentou