Brasil

Presidente Dilma veta cálculo da aposentadoria aprovado no Congresso

A presidente Dilma Rousseff vetou, na noite desta quarta-feira (17), o texto aprovado pelo Congresso Nacional que institui a fórmula 85/95 para cálculo das aposentadorias. [Leia mais...]

[Presidente Dilma veta cálculo da aposentadoria aprovado no Congresso]
Foto : Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 18 de Junho de 2015 ⋅ 07:18

A presidente Dilma Rousseff vetou, na noite desta quarta-feira (17), o texto aprovado pelo Congresso Nacional que institui a fórmula 85/95 para cálculo das aposentadorias. Em lugar do projeto do Congresso, o governo vai apresentar Medida Provisória (MP) que mantém a fórmula e propõe uma regra de progressividade, com base na expectativa de vida do cidadão.

Em nota, o governo diz que a nova proposta “visa garantir a sustentabilidade da Previdência Social”. O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, divulgou nota dizendo que a decisão da presidente“atende à reivindicação das centrais sindicais e a uma posição do Congresso Nacional”. Ele disse ainda que “a Previdência tem que ser sustentável, a progressividade na regra 85/95 garante os direitos dessa geração e das gerações futuras”.

Comentarios

Notícias relacionadas

[Inscrições para o Fies terminam neste domingo]
Brasil

Inscrições para o Fies terminam neste domingo

Por Alexandre Galvão no dia 20 de Julho de 2018 ⋅ 21:00 em Brasil

Pode concorrer às vagas quem fez uma das edições do Enem a partir de 2010 e teve média igual ou superior a 450 pontos, nem zerou a redação

[Dr. Bumbum é preso após 4 dias foragido]
Brasil

Dr. Bumbum é preso após 4 dias foragido

Por Marina Hortélio no dia 19 de Julho de 2018 ⋅ 16:00 em Brasil

O médico fugiu após uma paciente ter morrido decorrente de complicações de um procedimento cirúrgico na casa de Denis

[Governo americano barra remessas de canabidiol ao Brasil]
Brasil

Governo americano barra remessas de canabidiol ao Brasil

Por Matheus Simoni no dia 18 de Julho de 2018 ⋅ 22:00 em Brasil

Feito à base de maconha, o composto não é produzido no Brasil e só pode ser importado com autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária