Brasil

Governo adia para março anúncio de corte no Orçamento

O anúncio do corte no Orçamento para 2016, que estava previsto para ocorrer nesta sexta-feira (12), foi adiado pelo governo para março. A decisão foi tomada na reunião que aconteceu nessa quinta (11), da junta orçamentária com a presidente Dilma Rousseff. [Leia mais...]

[Governo adia para março anúncio de corte no Orçamento]
Foto : Reprodução / Agência Brasil

Por Camila Tíssia no dia 12 de Fevereiro de 2016 ⋅ 09:31

O anúncio do corte no Orçamento para 2016, que estava previsto para ocorrer nesta sexta-feira (12), foi adiado pelo governo para março. A decisão foi tomada na reunião que aconteceu nessa quinta (11), da junta orçamentária com a presidente Dilma Rousseff. De acordo com a coluna de Gerson Camarotti, a junta é integrada pelos ministros Jaques Wagner (Casa Civil), Nelson Barbosa (Fazenda) e Valdir Simão (Planejamento). A decisão foi tomada devido à grande frustração com a arrecadação para este ano.

A expectativa era, primeiramente, de que o corte fosse de até R$ 30 bilhões. Os números mais recentes indicam cenários de um contigenciamento entre R$ 18 bilhões e R$ 24 bilhões. O governo tem prazo legal até 23 de março para fazer o anúncio. A intenção é anunciar outras medidas fiscais para recuperar a credibilidade junto ao mercado. 

De forma reservada, integrantes do governo já reconhecem que é remota a chance de a União cumprir a meta de superávit primário (economia para pagar os juros da dívida) estabelecida para 2016, de 0,5% do PIB (Produto Interno Bruto).

Na Bahia, Rui Costa já havia anunciado corte de gastos para março e de acordo com a coluna Satélite, agora, a prefeitura de Salvador prepara um plano para ampliar o corte de gastos com a máquina pública para este ano. O pacote de contenção de despesas deve ser anunciado no mesmo mês, quando o secretário da Fazenda, Paulo Souto, apresentará na Câmara de Vereadores o balanço da gestão municipal de 2015.

Notícias relacionadas