Brasil

Valor de campanha publicitária da Samarco é questionado pelo Ministério

A Samarco recebeu do Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF-MG), um ofício em que é questionada pelos valores de sua campanha publicitária, no qual as proprietárias são a Vale e a BHP Billiton, em alguns veículos de comunicação. [Leia mais...]

[Valor de campanha publicitária da Samarco é questionado pelo Ministério]
Foto : Reprodução Samarco

Por Jessica Galvão no dia 19 de Fevereiro de 2016 ⋅ 16:29

A Samarco recebeu do Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF-MG), um ofício em que é questionada pelos valores de sua campanha publicitária, no qual as proprietárias são a Vale e a BHP Billiton, em alguns veículos de comunicação.

Equipes do G1 tiveram acesso ao ofício no qual a força-tarefa de procuradores pede o nome da agência responsável pela campanha, os valores gastos e a cópia do contrato. O Ministério confirmou as informações e relatou que o documento foi enviado a mineradora na última quinta-feira (18).

A Samarco exibe nas propagandas, depoimentos de funcionários e moradores de regiões afetadas sobre as ações da empresa depois do desastre em Mariana (MG). Através de nota, a assessoria da mineradora, disse que até a tarde desta sexta-feira (19), nenhum ofício do MPF foi recebido.

De acordo com o Ministério Público Federal, ficou "estranho" o fato dos procuradores da Samarco alegarem dificuldades financeiras e ao mesmo tempo bancarem uma campanha publicitária do porte e em horário nobre.

Após denúncias, o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), abriu um processo na última quinta-feira (18), com o intuito de investigar a veracidade das informações das propagandas da Samarco veiculadas em canais de televisão. Segundo o órgão, cerca de 150 conselheiros de ética devem julgar a campanha no mês de março.

Comentarios

Notícias relacionadas