Brasil

“Estamos desapontados”, diz Facebook sobre prisão de vice-presidente

A rede social Facebook afirmou, através de nota enviada pela sua assessoria de imprensa no Brasil, que está desapontado com a prisão do vice-presidente da rede na América Latina, o executivo argentino Diego Jorge Dzodan [Leia mais...]

[“Estamos desapontados”, diz Facebook sobre prisão de vice-presidente]
Foto : Reprodução/YouTube

Por Alaine Brasil no dia 01 de Março de 2016 ⋅ 16:58

A rede social Facebook afirmou, através de nota enviada pela sua assessoria de imprensa no Brasil, que está desapontado com a prisão do vice-presidente da rede na América Latina, o executivo argentino Diego Jorge Dzodan.

Dzodan foi detido nesta terça-feira (1º), em São Paulo, a pedido da Justiça de Sergipe por conta de descumprimento de quebra de sigilo de mensagens de WhatsApp em processo por tráfico de drogas. O Facebook é dono do WhatsApp desde o começo de 2014. Com isso, o aplicativo teria de ter liberado o conteúdo para ser usado no processo, porém a ordem judicial foi ignorada.

"Estamos desapontados com a medida extrema e desproporcional de ter um executivo do Facebook escoltado até a delegacia devido a um caso envolvendo o WhatsApp, que opera separadamente do Facebook. O Facebook sempre esteve e sempre estará disponível para responder às questões que as autoridades brasileiras possam ter”, disse o Facebook, por meio de nota.

O executivo foi levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, na Zona Oeste da capital paulista no início da tarde de hoje, logo após prestar depoimento na Polícia Federal (PF). Os advogados do argentino já entraram na Justiça com um pedido de habeas corpus.

 

 

Notícias relacionadas